Mousse diet de maracujá

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Mousse diet de maracujá_inteiro

171 dias e 22 quilos a menos depois, entrei em uma fase mais amena da dieta (comentei antes aqui que estava em uma dieta do tipo VLCD, né). Nesta nova etapa, tenho direito a sobremesas, desde que levinhas, após as refeições. E tome Google para encontrar opções saborosas e que não pesem tanto na balança.

Numa dessas pesquisas, descobri uma mousse de maracujá incrível - nada daquelas feitas com leite condensado e creme de leite que mais parecem cremes. Mousse aeradinha, levinha, que derrete na boca e com um azedinho matador. Prove e diga se não é bom!

Mousse diet de maracujá_comido
Receita adaptada daqui

 Ingredientes:

Para a mousse:
1 lata de creme de leite light
1 xícara de suco de maracujá concentrado
1 xícara de iogurte natural desnatado
1 xícara de leite desnatado
3/4 de xícara de adoçante culinário para forno e fogão (a receita original pede 1/2 xícara, mas como suprimi a calda, senti necessidade de aumentar a quantidade de adoçante)
1 pacote (12g) de gelatina em pó incolor sem sabor
1/2 xícara de água

Para a calda (que eu não fiz):
1 maracujá
3 colheres (sopa) de adoçante culinário para forno e fogão
1 1/2 xícaras de água

Modo de preparo:

Comece pela mousse. Numa tigela pequena própria para micro-ondas, junte 1/2 xícara de água e a gelatina em pó e deixe repousar enquanto prepara o restante da receita.

No liquidificador, junte os demais ingredientes da mousse. Bata por uns 3 minutos, até misturar bem. Reserve.

Agora, leve a gelatina ao micro-ondas por 15 segundos em potência alta (ou dissolva-a em banho-maria).

Pronto, agora é só adicionar a gelatina líquida ao conteúdo do liquidificador e bater por mais uns 3 minutos até ficar bem homogêneo.

Passe a mistura por uma peneira (para eliminar um eventual gruminho de gelatina que possa ter sobrado) e despeje em forma refratária ou em tacinhas individuais. Leve à geladeira por, pelo menos, 3 horas.

Se quiser preparar a calda, basta juntar todos os ingredientes em uma panelinha e levar ao fogo baixo, mexendo sempre até engrossar. Depois de pronto, deixe esfriar. Espalhe sobre as mousses já firmes antes de servir.

Rendimento: 12 tacinhas com capacidade para 120 ml.

Cookies de limão siciliano, aveia, cranberries e chocolate branco

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Agora que tenho em casa duas boquinhas gulosas, tenho feito cookies com mais frequência.

Esses cookies das fotos foram preparados para o lanche dos pequenos. Eles podem ser feitos a mão sem grande sacrifício - foi o que eu fiz, durante a sagrada soneca das quiança. Mas, se você não estiver com disposição ou não tiver problema em fazer barulho, pode preparar na batedeira.

Cookies de aveia, limão, cranberries e chocolate branco_

"Mas são bons?", você me pergunta. São ótimos! A combinação de cranberries, limão siciliano e chocolate branco é matadora. A aveia dá um textura deliciosa. E a farinha integral não pesa nada. Faça e comprove!

Cookies de aveia, limão, cranberries e chocolate branco
Receita adaptada daqui

Ingredientes:

200 g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
3/4 de xícara de açúcar mascavo
1/4 de xícara de açúcar
Raspas de 2 limões
2 ovos
3 colheres (sopa) de suco de limão
3 xícaras de aveia em flocos finos
1 1/2 xícara de farinha de trigo integral
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal
1 xícara de cranberries secas
1/2 xícara de gotas de chocolate branco

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Forre duas assadeiras com papel manteiga. Reserve.

Bata a manteiga com os açúcares e raspas de limão na batedeira ou à mão, usando um fouet, até formar um creme claro e fofo. Junte os ovos um a um, sempre batendo, seguidos do suco de limão. Adicione a aveia, a farinha, o bicarbonato e o sal, mexendo bem com uma colher de pau. Por fim, incorpore as cranberries e as gotas de chocolate branco, cuidando para que se distribuam pela massa de maneira uniforme.

Com uma cookie scoop ou colher medidora com capacidade para 1 colher de sopa, faça bolotas de massa e disponha nas assadeiras preparadas. Asse por cerca de 15 minutos ou até que os cookies fiquem douradinhos.

Deixe-os esfriar por 5 minutos na assadeira e só então transfira para uma grade de resfriamento. Deixe que esfriem completamente antes de comer - isso ajudará a ressaltar os sabores. Aqui em casa, a receita rendeu 4 dúzias de biscoitos.

Bolo de banana com granola

terça-feira, 15 de julho de 2014

Sabe quando a sua despensa está cheia de pacotinhos quase vazios? Eu tinha farinha de trigo integral, granola e açúcar mascavo, os três em pequena quantidade, vagando de um lado para o outro na prateleira, à espera de uso. Na fruteira, bananas maduríssimas imploravam por um fim digno. O que fazer com isso? Bolo! Eba!


Bolo de banana com granola e especiarias

A receita foi uma adaptação de outra publiquei aqui há muito tempo (me lembrei dela por conta de um post da querida Leili). Fiquei me perguntando porque não a preparo mais frequentemente, é tão simples e boa! Nem precisa de batedeira ou equipamento especial - basta uma tigela e uma colher de pau. E sabem o que é melhor? As crianças adoraram!

Bolo de banana com granola e especiarias
Receita adaptada daqui

Ingredientes:

1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
1/2 colher (chá) de especiarias para pão de mel
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/2 xícara (chá) de óleo de canola
3 ovos
1 colher (sopa) de fermento em pó
400 g de bananas picadas
1 xícara (chá) de granola
Rodelas de banana para decorar (opcional)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte com manteiga e farinha de trigo integral uma assadeira de 21 X 28 cm (ou faça como eu, use 3 formas pequenas de bolo inglês). Reserve.

Em uma tigela grande, misture o açúcar mascavo, a farinha de trigo integral, as especiarias e o bicarbonato de sódio. Adicione os ovos e o óleo e mexa bem, com o auxílio de uma colher de pau, até que a mistura fique bem homogênea. Acrescente então a granola e as bananas e misture, cuidando para que fiquem distribuídas pela massa o mais uniformemente possível. Por fim, some o fermento e mexa só até incorporar.

Distribua a massa entre 3 formas pequenas para bolo inglês (unte e polvilhe com farinha de trigo integral ou faça como eu, use descartáveis). Se quiser, decore com rodelas de banana sobre a massa.

Leve ao forno por uns 30-35 minutos ou até que os bolinhos passem no teste do palito. Os bolinhos podem ser desenformados assim que esfriarem totalmente.

Observação final:

Este bolo pode ser preparado com bananas, maçãs ou peras e fica sempre uma delícia. Vale a pena testar!

Cookies integrais de aveia e gotas de chocolate

sábado, 12 de julho de 2014

Já contei aqui como meus filhos são sortudos de terem professoras tão queridas. Com o fim do semestre letivo, quis fazer um novo agrado para elas. Desta vez, preparei cookies mais saudáveis, com farinha de trigo integral, aveia e gotas de chocolate com 70% de cacau.

Cookies integrais de aveia e gotas de chocolate

Ficaram deliciosos! Macios e com bordas levemente crocantes, doces na medida e sem a densidade e o sabor que eu normalmente esperaria de um cookie de farinha integral. Para vocês terem uma ideia, caíram no gosto do hômi, que se chateou profundamente por eu ter feito uma receita tão pequena.

Cookies integrais de aveia e gotas de chocolate
Receita minimamente adaptada de um blog de que eu tenho gostado muito, muito!

Ingredientes:

1 1/4 de xícara de farinha de trigo integral
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
1/2 xícara de açúcar mascavo escuro (usei claro)
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de manteiga amolecida à temperatura ambiente
1 ovo
1 1/2 colher (chá) de baunilha
1 colher (sopa) de leite (usei desnatado)
1 xícara de aveia em flocos grandes (usei flocos médios)
1 xícara de gotas de chocolate meio amargo (usei um com 70% de cacau)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC.

Em uma tigela média, misture a farinha, o bicarbonato e o sal, com o auxílio de um fouet. Reserve.

Com a batedeira, bata os açúcares e a manteiga por cerca de 2 minutos, até obter uma mistura cremosa. Acrescente o ovo, o extrato de baunilha e o leite e bata até ficar homogêneo.

Adicione gradualmente os ingredientes secos à mistura da batedeira, batendo em velocidade baixa até incorporar a farinha (cuidado para não bater demais).

Desligue a batedeira e misture à mão as gotas de chocolate e a aveia.

Forme bolinhas de massa usando uma colher medidora com capacidade para 1 colher de sopa (eu usei minha cookie scoop). Disponha as bolinhas em assadeiras forradas com papel manteiga ou Silpat.

Asse os cookies por 11-12 minutos ou até que eles fiquem levemente dourados em torno das bordas. Deixe que eles esfriem na assadeira por alguns minutos para que firmem. Em seguida, transfira-os para uma grade de resfriamento. Eu obtive 32 cookies.

Mousse de manga vapt-vupt

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Ok, as fotos não estão nenhuma beleza - o potinho não é fotogênico, a produção foi sofrível... mas dê uma chance a essas belezinhas. São deliciosas. Não levam ovos, não vão ao fogo e ainda podem ser preparadas em versão 'leve' (cof, cof), com leite condensado diet e iogurte desnatado.

A receita foi inspirada em uma que a Tati do Panelaterapia preparou. Usei uma lata inteira de leite condensado e aumentei a quantidade de iogurte para que não ficasse doce demais. Também usei gelatina sem sabor porque queria uma sobremesa um tiquinho mais consistente. Deu certinho: a mousse ficou cremosa, leve, aeradinha, com a consistência de um pudim macio. Bom demais.

Mousse de manga

Mousse de manga
Receita livremente adaptada daqui 

Ingredientes: 

1 manga grande em cubos
1 lata de leite condensado
Suco de 1 limão
A mesma quantidade da lata de iogurte natural não adoçado
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
5 colheres (sopa) de água

Modo de preparo: 

No liquidificador, bata a manga, o leite condensado, o suco de limão e o iogurte até ficar bem homogêneo. Reserve.

Numa tigelinha resistente a calor, deite a gelatina em pó e a água. Deixe hidratar por alguns minutos. Em seguida, leve ao micro-ondas por 15 segundos ou deixe em banho-maria até ficar completamente líquido. 

Adicione a gelatina líquida ao liquidificador e bata bastante. Passe a mistura por uma peneira fina e acondicione em potinhos ou em uma tigela grande. Leve para gelar por 2 horas, pelo menos.

Salaminho de chocolate

domingo, 6 de julho de 2014

Todo santo dia, o hômi coroa suas refeições com um docinho - em geral, de chocolate. Para variar um pouco os brownies, pensei em preparar palha italiana. Mas fiquei com uma preguiça danada só de pensar em cortar aqueles cubinhos preguentos. E rolá-los no açúcar, emporcalhando toda a bancada... afff.

Lembrei então de uma receita antiga que havia visto no Chocolatria - o salaminho de chocolate, que se assemelha à palha italiana. Eu a mantive na memória por conta de um 'causo' que a Simone contou - a do cliente que chamou o doce de linguicinha e a fez soltar uma gargalhada incontrolável.

A receita é simples de preparar e fica muito gostosa. Melhor que palha italiana, até, segundo o hômi. Duvida? Teste em casa e veja se ele tem razão.

Salaminho de chocolate
Receita adaptada daqui

Ingredientes:

2 latas de leite condensado
1 xícara de chocolate em pó
400 g de biscoito maizena picado (usei 2 pacotes de biscoito maizena de 130 g, cada, e 1 de biscoitos amanteigados de aveia e mel de 110 g)
1 xícara de castanha-do-pará (usei castanha-de-caju e aumentei um pouquinho a quantidade)
1/4 de xícara de uvas-passas cobertas de conhaque (omiti, as passas não são unanimidade em casa)

Modo de preparo:

Primeiro ponto importante: a tigela onde você vai preparar a receita. Escolha uma própria para micro-ondas grande E FUNDA. Quando você coloca a mistura na tigela, nem imagina quanto vai subir - eu precisei interromper o preparo algumas vezes porque a minha tigela não era funda o suficiente e o 'trem' queria transbordar. Isto certamente influenciou a consistência do doce, que não ficou firme o suficiente para ser conservado fora da geladeira.

Dito isso, vamos à receita. No recipiente grande e fundo, misture o leite condensado e o chocolate em pó até ficar uniforme. Leve ao microondas por 4 minutos (Potência Alta). Retire do forno com cuidado e misture com o auxílio de uma espátula de silicone.

Devolva a mistura ao micro-ondas por mais 2 minutos e meio. Retire e adicione os biscoitos picados e as castanhas (e as passas, se usar). Misture muito bem.

Chegamos ao segundo ponto importante: onde espalhar a massa. Eu recomendo que você use um sacão tipo ziploc, próprio para congelamento de alimentos, aberto no fundo e nas laterais. A mistura é pesada e um pouco desajeitada de lidar, por isso é muito importante que a superfície onde você a espalha seja firme e maleável. A superfície de trabalho que você vai precisar é de, no mínimo, 30 X 40 cm.

Voltemos. Abra a folha plástica e distribua a mistura no centro da folha e ao longo de seu comprimento o mais uniformemente possível. Como se fosse um rocambole, embrulhe a mistura na folha plástica e vá moldando com as mãos no formato desejado. A minha mistura ficou um pouco mole e muito volumosa para a folha plástica que usei, por isso, tive um certo trabalho. Precisei fechar o plástico com fita adesiva, ao longo do comprimento. As pontas, torci (como se faz com o papel de bala ou de bombom) e prendi com um arame de fechar sacos plásticos.

Leve ao freezer por no mínimo 4 horas (de hora em hora, dê uma reforçada no formato com as mãos). Ao servir, desembrulhe o salaminho, polvilhe cacau em pó ou chocolate em pó e corte fatias com uma faca grande e lisa.

Aqui em casa, o hômi preferiu manter o salaminho envolto no plástico para conservá-lo melhor e para que ele resistisse bem a muitas idas e vindas da geladeira. Se você também pretende comê-lo sem companhia e ao longo de vários dias, essa é uma boa dica. Para se servir, corte as fatias com plástico e tudo, com uma faca de serrinha. Remover o plástico é moleza - puxe pela ponta e ele sai, quase sem vestígios de doce.

Geleia de goiaba caseira

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Antes de ter filhos, eu nem imaginava porque as pessoas compravam freezers. Achava um exagero: quem precisa congelar tanta comida assim? Bem, agora que sou mãe de dois pimpolhos de 1 ano e 5 meses, já estou em condição de responder a esta questão: Eu preciso! MUITO!

Minha geladeira é uma daquelas que tem freezer na parte de baixo, refrigerador na parte de cima. Ela é bem grande - um assombro para os meus antigos padrões - mas, hoje, vira e mexe, o freezer lota. E tome abrir espaço inventando moda com as comidas congeladas.

Algo que sempre temos congelado é polpa de fruta. Às vezes, esbarramos em frutas que estão em plena safra, baratas e saborosas, e fazemos uma compra maior. Daí descascamos, picamos (ou processamos) e guardamos para consumir em outras oportunidades. Sempre há manga, maracujá e goiaba no meu freezer. E como usá-los? Congelados, eles viram sucos refrescantes ou smoothies. Descongelados, viram purê, para comer puro ou misturado com iogurte natural; e são as estrelas principais de diversas sobremesas.

Da última vez que precisei dar uma limpa no freezer, encontrei vários potinhos com polpa de goiaba processada, congelada. Deixei descongelar, passei por uma peneira para descartar as sementes e decidi: vou fazer geleia cremosa de goiaba. - "E você sabe fazer, Letrícia?" - Craro que não, amigue. Mas mamãe (geleieira de mão cheia) e o Google estão aí para ajudar.

Fucei vááárias fontes por aí em busca de uma receita que não fosse excessivamente doce e que tivesse a consistência que eu queria. Acabei chegando não a uma receita, mas a uma proporção, que vi se repetir muitas vezes: 4:1, ou 4 partes de goiaba para 1 parte de açúcar (peso em gramas). Assim, se você vai usar 1 kg de polpa de goiaba, deve adicionar 250 g de açúcar. Se quiser, acrescente suco de limão espremido - ressalta a cor e o sabor da goiaba. Para isto, também há proporção: 1 banda de limão pra cada 500g de polpa de goiaba.

Foi bastante simples preparar (basta ter tempo e braço) e o resultado foi muito compensador. A geleia ficou uma delícia, super cremosa, boa para rechear e cobrir bolos e pães doces, espalhar na torrada, parear com queijo branco. A cor ficou um tanto pálida, mas mamãe explicou que é por causa da quantidade de açúcar que eu usei. Para ter aquela cor vermelhona da goiabada, a geleia precisa levar açúcar na proporção de 1:1, que eu acho um exagero.

E aí, bora geleiar?

  Geleia de goiaba caseira
Receita adaptada de diversas fontes

Ingredientes (para 1 pote e meio de geleia):

600 g de purê de goiaba*
150 g de açúcar
Suco de 1/2 limão

Modo de preparo: 

Numa panela de fundo grosso, leve ao fogo baixo o purê de goiabas, o suco de limão e o açúcar, mexendo sempre por 45 minutos. Sim, é muito tempo mexendo. E sim, não dá para parar de mexer, senão a geleia gruda no fundo.

Como saber se a geleia deu ponto? Minha mãe me ensinou dois testes: você pode pingar um pouquinho de geleia num pires (gelado ou não) e inclinar - se a geleia não escorrer, está no ponto. Outra possibilidade é pingar a geleia em um pires e, por cima, deitar um tiquinho de água. Ela estará no ponto se não se dissolver em contato com a água.

Distribua a geleia em vidros esterilizados (quer aprender a esterilizar os vidros? A Akemi ensinou aqui). Deve durar até uns 3 meses em local fresco e protegido da luz. Depois de abrir, mantenha na geladeira.

Geleia de goiaba caseira

Como fazer o purê de goiaba:

Em casa, fazemos assim: com uma faquinha, removemos a base e o topo das goiabas. Depois, descascamos as frutas com um descascador de batatas. Em seguida, cortamos em pedaços e passamos pelo processador de alimentos até obter um purê grosso. Por fim, passamos o purê por uma peneira para eliminar as sementes.