As vacas antiecológicas

quarta-feira, 11 de julho de 2007

Tô passada e engomada. As vacas – sim, elas, mesmo – são responsáveis por até 25% das emissões de metano produzidas pelas atividades humanas, incluindo a pecuária.

Ou seja – aquele iogurtezinho, o leitinho, o queijinho, o bifinho, tudo isso que a gente consome tão frequentemente pode contribuir indiretamente para o aquecimento global.

O que acontece é que as vacas e seus parentes ruminantes têm bactérias no estômago que transformam o capim em gás, que depois é liberado para a atmosfera daquela forma que você já imaginou. Só que o gás que elas fabricam – o metano – é muito pior que o dióxido de carbono no que diz respeito ao efeito estufa! É mole?

Bom, há pesquisas que indicam que, se a dieta das vaquinhas tiver níveis mais altos de açúcar, haverá redução da emissão de metano. Para isso, é preciso cultivar pastagens que tenham um capim mais docinho.
Bom, enquanto essas modernidades não chegam ao Brasil, vou fazer um esforço para diminuir a quantidade de carne vermelha e laticínios que eu consumo. Mal não há de fazer.

Leia a matéria que saiu no UOL a respeito disso.

Um comentário:

Cynara disse...

Eita! Agora que eu reconheci as abóborinhas do header. Danadinha! Quanto à redução de laticínios, será que esse tanto de gente com intolerância à lactose já é um processo de seleção natural? hehehe. BJIM

Printfriendly