Ribs on the barbie!

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Neste fim de semana, fiz um almoço australiano em casa, como o que tinha visto a Rainha do Lar Faby fazer. Na verdade, não sei bem como é que se come na Austrália, só pelos programas do Anthony Bourdain. Mas sei como se come no Outback e adoro a comida de lá. E foi isso que eu fiz.

Ribs on the barbie!

Essas são costelinhas de porco ao molho barbecue, como aquelas servidas tanto no Outback quanto no TGIFriday’s ou no Roadhouse Grill. São saborosas e incrivelmente fáceis de fazer. O negócio é que demora um pouco.

Segui as orientações da Faby e temperei as costelinhas de véspera com alho moído, alecrim, sal e pimenta moídos na hora. Deixei-as num saco plástico grosso, dentro da geladeira, para marinar até a hora de prepará-las (que foi cerca de 3 horas antes de servir).

Tirei as costelas do saco plástico, coloquei numa assadeira grande, cobri com papel alumínio e levei para assar por uns 40 minutos em forno preaquecido a 180°C . Depois disso, tirei o papel alumínio, coloquei algumas cebolas cortadas em gomos na assadeiras e deixei no forno por mais meia hora. Enquanto isso, fiz o molho barbecue.

Foi mais ou menos assim: numa panela, refoguei ½ cebola ralada com um pouquinho de azeite. Depois juntei 1 colher (sopa) de shoyu, 1 colher (sopa) de mel, 2 colheres (sobremesa) de açúcar mascavo, ½ colher (sobremesa) de mostarda, 1 colher (sopa) de molho inglês, 1 xícara de catchup e ½ xícara de água. Misturei bem e fui acrescentando aos poucos um pouco de um e de outro ingrediente até que ficasse com o gosto que eu queria.

Depois, foi só tirar a assadeira do forno, pincelar as costelinhas com esse molho e devolver para lá. Repeti esse processo umas 3 vezes, cada vez que achava que o molho tinha secado na carne.

Ribs on the barbie - o processo

Quando servi, a carne estava muito macia, desprendendo dos ossos. O molho estava bem grudadinho na carne, uma coisa.

9 comentários:

pipoka disse...

Essa eu vou fazer! (mais a do doce de leite, claro está!)

bjs

kini disse...

Pipoka,assino em baixo!!!!!
Bjs

Marcel Miwa & Nina Moori disse...

Gosto muito de costelinhas. Como vc disse, a preparação em sí é simples, mas demorada. Mas vale cada minuto!

bjo,
Nina.

Laurinha disse...

Isso lá é hora para eu ficar salivando!!! aiaiaiaiaiai minhas lombrigas, comportem-se!
Isso é demais de bom!
Beijinhos,

Marizé disse...

Que aspecto delicioso!

Tá anotada a receita.

Beijocas

Sheila disse...

Aff*
babei aqui, rsrs

Letrícia disse...

Pipoka, Kini, façam, sim! Vocês vão gostar!

Nina, fiquei encantada com as costelinhas. Realmente valeu a pena esperar!

Laurinha, suas lombrigas são como as minhas, não usam relógio e acham que toda hora é hora de pedir comida...

Marizé, Sheila, que bom que gostaram da aparência das costelinhas! tomara que gostem quando prepará-las!

Beijos a todas!

Josué Dentista disse...

Olá! Tentei fazer hoje a costela, seguinda a receita que achei em outro blog, mas não ficou muito parecida com a do outback. Está tua ficou bem parecida ?

Vou tentar fazer mais parecida com a tua na proxima.
Abraço

Letrícia disse...

Josué, já faz um tempinho que não preparo essa costelinha nem vou ao Outback, e como eu tenho memória de peixe, já não me lembro direito se ficou bem parecida ou não. O que eu posso dizer é que é muito gostosa!

Beijos!

Printfriendly