Pão integral com gergelim

sábado, 19 de janeiro de 2008

Mais uma receita do velho caderno da mamãe. Para falar a verdade, não achei muito legal. A dita cuja pedia 1 copo de água morna. Usei 200 ml. Resultado: massa seca. Precisei acrescentar mais água e tive um certo trabalho para incorporá-la. Além disso, para o meu paladar, o gosto de gergelim ficou sutil demais.

Pão com gergelim

Ingredientes:

1 copo de água morna (no total, usei 240 ml)
½ colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo
½ colher (sopa) de mel
1 colher (café) de óleo de gergelim torrado (usei 1 colher de chá e achei pouco)
2 colheres (sopa) de gergelim torrado (em casa, eu só tinha gergelim preto)
250g de farinha de trigo branca
250g de farinha de trigo integral
½ colher (sopa) de sal
Gema para pincelar (usei um ovo inteiro, batido)

Modo de preparo:

Misture a água, o fermento, o mel e 3 colheres (sopa) de farinha de trigo. Deixe agir uns 5 minutos e então acrescente o óleo, o sal e, pouco a pouco, a farinha. Vá misturando até obter uma bola de massa grudenta. Transfira-a para a sua superfície de trabalho devidamente enfarinhada e sove-a até que ela fique homogênea e macia. Disponha-a em uma tigela untada, cubra e deixe crescer até dobrar de volume.

Cresceu? Então, abaixe a massa com uns soquinhos, divida-a em porções e abra cada uma delas. Salpique um pouco do gergelim nelas e amasse um pouco, até incorporar. Depois, modele os pãezinhos, coloque-os em assadeira untada e enfarinhada e deixe-os crescer mais um pouco. Pincele-os com a gema, salpique com o gergelim restante e leve para assar em forno preaquecido a 190°C por uns 25 minutos.

Dica de amiga:

Como já disse antes, não achei essa massa de pão integral especialmente boa. Mas gostei da idéia de aromatizar os pães com gergelim. Então, vou sugerir a você o que eu pretendo fazer das próximas vezes: prepare a sua receita preferida de pão integral e acrescente um tiquinho de óleo de gergelim (1 colher de chá, ou mais, para cada 500 g de farinha). Depois, ao abrir as porções de massa para modelar os pãezinhos, acrescente um pouco de gergelim em cada uma. Antes de ir ao forno, pincele com gema e salpique mais gergelim, para decorar. Tchanã!

14 comentários:

risonha disse...

essa tua dica final é fantástica
mas os teus pães, apesar de tudo, ficaram lindões.

oquefazerprojantar??? disse...

Bolas!! que coincidência!! Acabei agora mesmo de publicar uma receita de pão integral!...
é diferente desse... mas vale a pena experimentar!
Vou experimentar este aqui também!

Valentina disse...

Ah menina, estas receitas com erros deixam a gente frustrada,né?! mas o pão está lindo.

Agdah disse...

Ficaram bonitos. Eu ando a procura de uma receita de pão integral que fique menos denso.

Letrícia disse...

Risonha, obrigada! :-)

Oquefazerprojantar, por mim, quanto mais receitas de pão, melhor! A sua é bem interessante, quero testar!

Valentina, tenho um certo nervoso de receitas que usam medidas pouco precisas como 'copo', 'pires', 'pontinha da faca'... sou mais amiga dos ml, dos gramas e dos medidores. Funcionam melhor com cozinheiras menos experientes como eu :-P

Agdá, minha receita de pão integral preferida so far é essa daqui: http://nocalordofogao.blogspot.com/2007/11/po-integral-sem-traumas.html.
Dá pães fofíssimos, bem leves.

Beijos, queridas, boa semana!

Marizé disse...

Adoro pão integral com sementes.

Belas dicas

Beijocas

lunalestrie disse...

Letrícia, eu também não gosto de receitas que usam "copo", "prato" como medida, mas acho que um copo é mais que 240 ml, afinal a xícara é 200 ou 240. Isso é assunto para o Queijo com Goiabada, rs.

Letrícia disse...

Marizé, também gosto muito de pão integral com sementes! Assim que conseguir, quero fazer pão integral com sementes de linhaça.

Luna, imaginei que 1 copo correspondesse a 200ml por causa do copo americano, uma medida bem comum na época em que essa receita foi copiada (meados da década de 80). Mas vá saber, né. E se o copo da inventora da receita tivesse outra nacionalidade... :-P

Beijos, meninas!

Goreti disse...

Errar na cozinha quase sempre é frustrante, mas há situações em que eroos gstronômicos, tornam-se verdadeiros ícones da culinária, a exemplo disso temos o maravilhoso Cookie, a Tarte Tatin...o mais importante é que somos felizes entre erros e acertos( isso é nome de blog, não é?!!!!)Beijos!

Letrícia disse...

Eu sempre penso nesses erros que viraram acertos quando alguma coisa dá errado na cozinha... mas, dessa vez, a culpa foi da receita :-P

Beijos, Goreti!

Gatinha na cozinha disse...

nossa ta profissional! ficou lindo!!!
bjkas dani

Julia Valsecchi disse...

Ficaram lindos isso sim,,, é o meu ponto fraco massassssssssss
beijos

Dadá Pena disse...

Ola Leticia, sou nova nesse mundo da blogsfera e to a procura de comadres para sermos amigas, gostei muito do seu blog e vou linka-lo la na minha cozinha, assim posso passar sempre por aqui.

essas pae ficaram lindos e devem estar muito saborosos, acredita que nunca me atrevi a fazer paes?!
bjkass

Letrícia disse...

Dani, Júlia, obrigada... os pães até têm boa aparência, mas achei que ficaram muito massudos.

Dadá, bem-vinda! Minha paixão por pães deve ser genética - sou neta de um padeiro. Vira-e-mexe estou testando alguma receita aqui na cozinha. Tente você, também, fazer pão é terapêutico!

Beijos, meninas, e obrigada pela visita!

Printfriendly