Roadhouse Yeast Rolls (nova versão) - a saga que não termina

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Como eu já devo ter contado aqui, tenho verdadeira obsessão por um pãozinho adocicado que é servido no Roadhouse Grill, um restaurante tex-mex daqui de Brasília. Passei o ano passado testando diversas receitas até que encontrei uma que, embora fosse chatíssima de fazer (pense numa massa grudenta...), dava pães bem parecidos com os originais.

Depois da quarta vez que fiz a tal receita, comecei a pensar se ela era assim, tão boa, quanto eu imaginava. Dava trabalho demais. Resolvi então tirar a prova-dos-nove. Passei no restaurante e comprei quatro pãezinhos. Levei pra casa, fiz a receita mais chata do mundo e depois comparei um com o outro.

O veredito? A receita que eu fazia podia - e devia - mudar. Havia água, fermento e açúcar demais. Daí o motivo de os meus pães não serem tão fofos quanto os originais. E de a massa ser essa coisa molenga e irritante.

A fornada mais recente
Carolina, esta é a receita que eu fiz! Espero que dê certo para você! 

Ingredientes:

250 ml de água morna
1 xícara de açúcar
500 g de farinha de trigo
5 g de fermento biológico seco instantâneo
2 colheres (chá) de sal
4 colheres (sopa) de manteiga derretida

Modo de preparo:

Numa tigela, misture a água morna, o açúcar e o fermento e reserve. Em outra (grande), misture o sal e a farinha, fazendo uma cova no meio. Despeje então os ingredientes líquidos dentro – a manteiga derretida e a mistura de fermento. Com os dedos, vá incorporando o líquido à farinha.

Feito isso, transfira a massa para a sua superfície de trabalho devidamente limpa e enfarinhada e sove-a até que ela fique lisa e elástica (se necessário, acrescente um pouquinho mais de farinha, mas é pouquinho, mesmo – 50 g são suficientes).

Quando tiver terminado, forme uma bola com a massa e coloque-a numa tigela untada com óleo vegetal. Vire a parte da massa que ficou untada para cima e deixe-a crescer em local quentinho até dobrar de volume.

Terminado o crescimento da massa, aperte-a para extrair o gás que se acumulou. Modele os pães da maneira que desejar – dessa vez, fiz bolinhas lindas graças à técnica da Laila (beijos, Laila, obrigada!).

Disponha os pães em assadeiras untadas e enfarinhadas, pincele-os com um pouco de manteiga derretida (sempre esqueço essas pinceladas) e deixe crescer novamente.

Leve os pães para assar em forno preaquecido a 180°C por cerca de 25 minutos ou até que eles fiquem coradinhos. Pincele com manteiga novamente (eu não pincelei) e deixe esfriar numa grade.

A opinião do crítico:

O hômi, como era de se imaginar, é cobaia e crítico das minhas criações. Segundo ele, essa nova versão é muito melhor do que todas as anteriores. “Está mais gostoso do que os pães do Roadhouse”. Se ele falou, está falado! ;-)

17 comentários:

Laurinha disse...

Portanto, vou anotar pra fazer!
Menina, ficaram lindos!
Beijinhos,

Marizé disse...

Ainda bem que essa sua saga acabou em bem!

As bolinhas estão um mimo, e se estão aprovadas, só tenho é que deitar as mãos na massa.

Beijocas

laila disse...

ficaram lindos querida!parabens!!!

parecem super fofinhos!!

fico contente q tenah sido util o post!

bjos

Gourmandise disse...

Ficou super feliz heim?! Eu fico super satisfeita qdo consigo chegar a um bom resultado depois de testar algumas vezes!
bjo,
Nina.

risonha disse...

vou confiar na opinião do teu marido e vou já tomar nota da receita.

Elvira disse...

Ficaram bem bonitos, os pãezinhos! :-)

Witchie disse...

Os pãezinhos ficaram lindos! Eu vou fazer, já guardei a receita!

Beijo *
Witchie

http://caosnacozinha.wordpress.com

Agdah disse...

bolinhas perfeitas...

Gatinha na cozinha disse...

que maximo vc tentar chegar na receita... nossa... ainda tenho muito o que aprender, pois tentar algo assim sem saber , ou seja do zero... admiro muito!!!! bjkas dani

Luciana Macêdo disse...

Bonitos e saborosos com certeza.
Vou experimentar.
Bjs!

Letrícia disse...

Obrigada, Laurinha :-)

Marizé, agora que eu aprendi a técnica da Laila, não tenho mais desculpa para fazer bolinha feia ;-)

Laila, seu post foi muito, muito útil! Eu já tinha deixado de fazer bolinhas de pão porque as minhas ficavam muito feinhas. Agora já posso fazer e mostrar para os outros ;-)

Ô, Nina, tô feliz da vida, mesmo.

Risonha, pode confiar na opinião dele!

Elvira, obrigada! :-)

Witchie, faça sim! Se você gosta de pãezinhos adocicados, vai gostar desse!

Agdá, precisava ver a minha satisfação quando terminei aquele monte de bolinhas bonitas. Só faltei chamar vizinho para ver ;-)

Dani, receita do zero ainda não é pra mim (um dia, quem sabe...). Mas já consigo brincar bastante tendo alguma receita como referência ;-)

Luciana, prove, sim. Até porque, do jeito que o Roadhouse está decadente, é capaz de logo, logo, não haver outra forma de comer aqueles pãezinhos...

Beijos, meninas!

Willyan Rodrigues disse...

Olá eu to numa saga com esses pãezinhos os meus não tão crescendo(nem a massa e tão pouco no forno) :-( olha que segui a receita direitinho e já estou partindo para terceira tentativa isso com a massa antiga q levava fermento biologico seco(andei meio desatualizado) simplesmente tenho que assumir que não sei usar essa "coisa" sempre usei o fresco q nunca me deixou na mão e já passou por provas de fogo e graças a Deus sempre passou com exito! já diria uma amiga minha "qualquer dia eu caso com vc!" poderia me dar alguma ajuda?

Letrícia disse...

Oi, Willyan, você pode fazer o seguinte: em vez de usar 5g do fermento biológico instantâneo, use um tablete de 15g do fresco.
Estou fazendo testes para aperfeiçoar essa receita. Não sei se foi a farinha que eu usei, o clima, a conjunção astral, mas a primeira fornada foi perfeita. Já as sucessoras deixaram a desejar. Assim que reencontrar a fornada perfeita, posto aqui.

Abraços!

Marrye disse...

Muito legal conhecer seu blog, Letícia! Tb sou de Bsb. Tenho uma pergunta, acha que dá pra utilizar farinha de trigo integral nessa receita? Obrigada!

Letrícia disse...

Oi, Marrye, obrigada pela visita! Nunca testei utilizar farinha integral. Se eu fosse fazer essa alteração, substituiria até, no máximo, metade da quantidade total de farinha. E talvez aumentasse um tiquinho a quantidade de fermento. Se testar, depois me conta se deu certo? Beijos!

Marrye disse...

Voltei pra comentar o que fiz: fiz metade da receita, coloquei só 80g. de f. trigo integral, 170g f. trigo normal, 4 g. fermento, ao invés de manteiga, coloquei óleo de coco, e metade dos demais ingr. A massa ficou linda, elástica, para a f. integral, masss nao ficou leve! Ficou parecendo um pão pesado, embatumado. Talvez o fermento nao estivesse bom, pois percebi que no momento do primeiro crescimento, ela nao cresceu, praticamente. Quando moldei, nem se fala! Mas resumindo: depois que assei, provei, e simplesmente ficou deliciosooo!!! Penso que tenho que aprender a deixá-la leve, nao sei como ainda né, pois foi a primeira vez. Se vc tiver alguma dica... fora a do fermento que acho que realmente foi ele o "culpado". De toda forma, agradeço em compartilhar essa receita.

sabrinamelissa disse...

Parabéns! Acabo de testar. Ficou excelente! Obrigadinha! Postei no meu blog referenciando sua receita: http://sabrinamelissa.blogspot.com.br/2016/09/pao-do-roadhouse.html

Printfriendly