Swedish saffron buns

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Esta receita é típica da Suécia. Eles comem estes pãezinhos de açafrão no dia de Santa Lúcia (ou Santa Luzia), 13 de dezembro. A comemoração por lá é cheia de tradições interessantes, as moças usam ornamentos que lembram castiçais na cabeça... se quiser saber mais, clique aqui.

Bom, fiz a receita fora de hora, mas tenho uma boa desculpa para isso: sou filha de uma Lucia.

Ah, detalhe importante: este é um pão de fazer de um dia para o outro (a massa precisa passar a noite na geladeira).

Swedish saffron buns
Receita adaptada da Chanit, do blog My mom's recipes and more

Ingredientes:


¼ de xícara de água quente
¼ de colher (chá) de pistilos de açafrão esmagados (o gosto fica forte, se quiser, use menos)
½ xícara de leite
¼ de xícara de açúcar
3 colheres (sopa) de manteiga
1 ¼ de colher (chá) de sal
1 ovo grande
1 gema grande (guarde a clara)
1 colher (sopa) de fermento biológico instantâneo
3 xícaras de farinha de trigo

Para pincelar os pãezinhos:
1 clara mais 1 colher (sopa) de água
¼ de xícara de açúcar granulado – opcional (eu não tinha e usei açúcar baunilhado)
Sultanas – opcional

Modo de preparo:


Coloque os pistilos de molho na água quente por 10 minutos (a água ficará quase vermelha).

Misture junto a água com açafrão, o leite, o açúcar, a manteiga, o sal, o ovo, a gema de ovo e a farinha. Trabalhe a massa até que ela fique macia e elástica. Depois disso, coloque-a numa tigela e deixe-a crescer em temperatura ambiente até ficar fofa, por 60 a 90 minutos (não precisa deixá-la dobrar de volume).

Terminado este descanso, tampe a tigela e leve à geladeira para passar a noite (não se preocupe, ela continuará crescendo, mas devagar).

No dia seguinte, extraia o ar da massa gentilmente e divida-a em 12 porções. Modele e enrole cada porção entre suas mãos para formar salsichas gorduchas, com cerca de 10 cm. Deixe-as descansar, cobertas, por 15 minutos. Unte e enfarinhe assadeiras enquanto espera.

Role cada salsicha na sua superfície de trabalho até obter uma ‘cobra’ de 38 cm (ela vai resistir e encolher um bocado, mas não se preocupe, é normal). Modele cada ‘cobra’ como um ‘8’ ou como um ‘S’ com as pontas bem enroladinhas.

Disponha os pãezinhos nas assadeiras e cubra com filme plástico ligeiramente untado e deixe crescer por 1h ou até que dobrem de volume. Na Antes que os pães terminem de crescer, aproveite para ligar o forno a 180°C.

Pincele os pães com a clara de ovo batida. Salpique açúcar granulado, se quiser. Asse os pães por 20 minutos ou até que adquiram uma cor dourada clara. Tire do forno e ponha passas no miolo da curva do ‘S’ (ou no buraquinho do ‘8’). Deixe esfriar em uma grade e sirva morno ou à temperatura ambiente.

Swedish saffron buns

5 comentários:

Nogueirajcs disse...

Muito bonitos. Acredito que ficaram deliciosos ;)

Carla disse...

Não conhecia, obrigada pela receita e por ensinar um pouco da tradição sueca. Bom Carnaval!

bjs

Gourmandise disse...

O formato deste pão é tão delicado!
bjinho,
Nina.

Gatinha na cozinha disse...

que lindos ficaram! acho o maximo essas tradições... ando bem nostalgica.. talvez pelas mudanças, mas adoro ! receita anotada... so fiquei em duvida o que são:pistilos de açafrão ? bjkas dani

Letrícia disse...

JCS, obrigada! O gosto de açafrão é bem pronunciado - para quem gosta, é ótimo.

Carla, eu não conhecia quase nada sobre a Suécia até esses pãezinhos. Resolvi pesquisar um pouco e me encantei!

Nina, também adorei os formatos desses pães. Ficam muito bonitos.

Dani, há duas especiarias conhecidas como açafrão. O açafrão-da-terra (também conhecido como curcuma) é extraído da raiz de uma planta aparentada do gengibre. Ele dá aos pratos uma coloração amarela e é muito usado na culinária indiana.
O outro açafrão, que aparece nessa receita, tem como base os pistilos secos (as 'anteninhas') de uma flor linda e roxa. Os pistilos podem ser vendidos moídos ou inteiros, e dão a cor e o sabor da paella e do risoto milanês. O danado é bem caro: 1g pode custar perto de 30 reais (mas dá para encontrar mais barato).

Beijos, pessoal!

Printfriendly