Pão integral da Karen

quarta-feira, 23 de julho de 2008

De tanto freqüentar blogs amigos, a gente acaba conhecendo e ficando fã de seus autores. É o caso da Karen, do Kafka na Praia. Uma pessoa culta, sensível, dona de uma escrita elegante e de uma inteligência afiada. E que, além de tudo, faz pães de cair o queixo!

Este pão é um exemplo disso. É fofo, saboroso, cheiroso... até o hômi, que é meio avesso aos alimentos com farinha integral, ficou apaixonado.

Eu estava sem sementes de girassol em casa e resolvi omitir também o gergelim (sementes e óleo). Mas pretendo fazer de novo com todos os ingredientes!

Pão integral da Karen

Receita adaptada da Karen, do Kafka na Praia, que por sua vez adaptou do Joe, do Culinary in the Country.

Ingredientes:

1/2 xícara de sementes de girassol descascadas (não usei dessa vez)
1/2 xícara de sementes de gergelim (não usei dessa vez)
4 colheres (sopa) de manteiga cortada em cubinhos (usei derretida)
1 1/4 xícaras de leite morno
2 colheres (chá) de óleo de gergelim (não usei dessa vez)
1/2 xícara de farinha de trigo integral
1/2 xícara de aveia em flocos
1/4 de xícara de fubá
1/4 de xícara de farinha de centeio
2 xícaras de farinha
1/4 de xícara açúcar mascavo
2 1/4 colheres (chá) de fermento biológico instantâneo seco
1 1/4 colheres (chá) de sal

Modo de preparo:


Como fiz a massa toda à mão, vou explicar como procedi. Primeiro, juntei o leite morno, o açúcar e o fermento em uma tigelinha e deixei agir por uns 10 minutos.

Enquanto isso, misturei as farinhas de trigo comum e integral, a aveia, o fubá e a farinha de centeio em uma tigela grande. Adicionei a mistura fermentada de leite e misturei até que a massa ficasse homogênea. Fiz uma bola com ela, cobri com filme plástico e deixei descansar por 15 minutos.

Ah, existe um porquê de eu não ter adicionado o sal e a manteiga nesse processo. O sal não é muito amigo do fermento. Não misturá-lo nessa etapa favorece o desenvolvimento da massa. E a manteiga, foi puro esquecimento ;-) Mas parece que ela também não pode ser colocada em contato direto com o fermento para não criar uma capa impermeável nele e, assim, impedi-lo de agir.

Depois desse breve descanso da massa, adicionei o sal e a manteiga derretida aos poucos, ainda na tigela. Feito isso, transferi a massa para a minha superfície de trabalho e sovei até que ela ficasse macia e elástica (por ter adicionado a manteiga à massa, não precisei enfarinhar a superfície de trabalho).

Devolvi a massa à tigela, fiz cortes em sua superfície e cobri novamente com o filme plástico. Deixei crescer até dobrar de volume no microondas desligado, com a porta fechada.

Passada essa etapa, transferi a massa para a superfície de trabalho, extraí o ar dela e moldei 16 bolinhas de uns 60g. Dispus os pãezinhos em assadeiras untadas e polvilhadas com farinha e decorei cada um com um pouquinho de farelo de trigo. Cobri com pano de prato e deixei crescer por mais uns 40 minutos.

Levei para assar em forno preaquecido a 180ºC por uns 25 minutos. Deixei esfriar sobre uma grade.

8 comentários:

Flavinha disse...

Hummm! Deliciosos! Saindo do forno... Eu quero!

Beijos

Gourmandise disse...

Pão feito em casa é melhor que tudo!
Estou aproveitando meus últimos dias de folga para fazer os meus também!
bjo,
Nina.

laila disse...

percebo a aren da mesma maneira q vc escreveu...e os pa~es dela..ai são inigualáveis...fiquei babando pela sua versão e ainda colocastes requeijão..ai ai ai..bjs

Marizé disse...

Eu sou uma devoradora de pão integral, e se tiver sementes melhor ainda.
Já tinha visto esta receita da Karen, ficaram lindos.

Bj

Cris disse...

Nossa... dá vontade de morder a tela do computador, ficou lindo. Bjs!

Karen disse...

Ficaram tão bonitos! O Joe tem receitas ótimas!

ameixa seca disse...

Pao caseiro é optimo :)

Letrícia disse...

Flavinha, o cheiro do pão saindo do forno é viciante. De vez em quando tenho que me controlar para não fazer pão o tempo todo e ficar sem espaço no freezer ;-)

Nina, adoro seus pães! Vou ficxar de olho nas novidades!

Laila, eu sou fã da Karen e dos pãezinhos dela!

Marizé, como não tinha sementes de girassol em casa, resolvi não fazer concessões - quero provar os pãezinhos com as sementes da receita!

Cris, obrigada! :-)

Karen, *você* e o Joe têm receitas ótimas ;-)

Ameixa, e como é bom!

Beijos, queridas!

Printfriendly