Um escondidinho meio diferente

sexta-feira, 8 de agosto de 2008


Sempre quis participar do Rei da Quinzena, da Colher de Tacho, mas me enrolava e acabava perdendo o prazo. Dessa vez, no reinado da mandioca (ou macaxeira, ou aipim), resolvi que ia tentar. E com um prato típico brasileiro, o escondidinho. É simples, mas delicioso - uma camada de carne refogada (carne-seca, camarão, carne moída... enfim), coberta com purê de mandioca e queijo (há quem faça uma camada de queijo cremoso e outra de queijo ralado, há quem faça apenas uma camada de queijo ralado).

Meu escondidinho seria de carne-seca, bem tradicional. Acontece que eu nunca tinha preparado carne-seca na vida. E a mandioca também era uma estreante na minha cozinha.

Bom, para resumir a história, é claro que a receita demorou umas 20 vezes mais para ficar pronta. Muita louça suja, trapalhadas e xingamentos depois, tirei o escondidinho do forno. E sabem do que mais? Não ficou o que eu gostaria. Por isso, desisti dele. Vou deixar para quem sabe ensinar como se faz.

Mas eu ainda tinha uma sobrinha de mandioca cozida e um restinho de carne seca desfiada. Pensei um pouco e resolvi partir para o terreno que eu conheço um pouco melhor - o do pão.

O resultado? Pão de escondidinho!

Pão de escondidinho cortado

Ingredientes da massa:

120 g de mandioca cozida e espremida
260 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento biológico seco instantâneo
1/2 colher (sopa) de açúcar
1/2 xícara de água morna
1 colher (chá) de sal
1 ovo

Ingredientes do recheio:

1/2 xícara de carne seca refogada com cebola e salsinha (da próxima vez, usarei 1 xícara ou um pouquinho mais)
60 g de queijo cremoso (usei catupiry)
Queijo parmesão ralado

Modo de preparo:

Misturei a água morna ao fermento e à água numa tigelinha e reservei. Numa tigela maior, bati o ovo e adicionei a mandioca espremida, misturando bem com uma colher de pau. Juntei o líquido fermentado e misturei mais um pouco. Em seguida, o sal.

Por fim, comecei a adicionar a farinha aos poucos, misturando com a colher de pau até incorporá-la. Quando a massa começou a desgrudar da colher, passei a trabalhá-la com as mãos, na minha superfície de trabalho. E assim fui sovando e adicionando um pouquinho de farinha sempre que necessário. A massa ficou homogênea, macia e elástica, virou bola e foi posta para crescer (coberta com filme plástico).

Depois que a massa dobrou de volume, amassei-a um pouco para extrair o ar que se acumulou.

Usando um rolo de macarrão, abri a massa em um retângulo de 20x35 cm. Espalhei sobre ela o queijo cremoso, a carne seca e um pouco de queijo parmesão ralado, só para dar um gostinho a mais. Enrolei como um rocambole e coloquei em uma assadeira de bolo inglês untada e polvilhada com farinha. Deixei crescer novamente por 45 minutos.

Levei ao forno preaquecido a 180°C por uns 40 minutos. Depois, desenformei e deixei esfriando sobre uma grade.

Pão de escondidinho de frente

Impressões finais:

O pão cresceu bastante dentro do forno - precisei mudá-lo de prateleira no forno para que ele não tocasse o grill :-)

Ficou muito cheiroso. A massa é super macia e o recheio é uma delícia. Da próxima vez, pretendo colocar mais carne-seca, mas ainda assim aprovei.

E espero que vocês aprovem também!

Pão de escondidinho de lado

20 comentários:

Cris disse...

Hummmmmmmm aprovadíssimo, as fotos estão deliciosas!!! Bom final de semana, bjs!

ameixa seca disse...

O escondidinho virou pão delicioso. Pelo aspecto ficou óptimo :)

Leandro disse...

Como é que pode alguém ter uma idéia tão sensacional?

Pão de escondidinho?

Beibe, dá pra você ficar rica com isso, sabia????

Um beijo!


Leandro

www.cozinhapequena.com

Téia disse...

Que idéia maravilhosa! Realmente diferente. Vou testar, só para ter certeza que estará como parece(e para comer, claro). Bj lindinha.
Téia.
banqueteselanchinhos.blogspot.com

valentina disse...

Letícia, estou boba com o teu pao, lindo. e que show de criatividade.

laila disse...

leticia...sei q os desastres na cozinha são frustantes mas se resultarem em pães como esse...pode errar semrpe!!brincadeirinha!!

bjs

Silvia Arruda disse...

O pãp ficou show!! Só pela foto, dá pra gente perceber o quanto ficou fofinho!!

Ah, eu faço escondidinho com mandioquinha e carne moída!!! O que vale é a criatividade... e como fica gostoso!! :D

Renata Gaeta disse...

Não conhecia seu blog, cheguei pelo Colher, adorei as receitas, virei sempre. Esse pão está um luxo! Parabéns.
Beijos.
Renata

Letrícia disse...

Cris, também fiquei com água na boca com seu creme de mandioca e principalmente, com o bobó, que eu amo de paixão. Nhammm...

Ameixa, ficou bom, mesmo, tão macio...

Oi, Leandro, bem-vindo! Que bom que você gostou! Olha, eu me contentava em ganhar só o suficiente para deixar a vida bandida de redatora publicitária ;-)

Téia, obrigada! Teste, sim. Eu fiquei surpresa com o resultado positivo.

Ô, Valentina, muito obrigada! :-)

Laila, do jeito que eu sou avoada, não é improvável que isso aconteça com muita freqüência ;-)

Silvia, eu estou de olho nesse seu escondidinho desde que eu a primeira vez que o vi... :-)

Renata, bem-vinda! Que bom que gostou!

Beijos, pessoal!

Magia na Cozinha disse...

Ficou show! Parabéns!
Muito criativo!
Bjs :)

Conversas disse...

Olá! Encontrei seu blog ontem por acaso e já o coloquei nos meus favoritos. Esse pão já está na minha lista de gostosuras a cozinhar.

Parabéns pelo site! Vou repetir a visita mais vezes.

Abraços.

Dani Rollemberg disse...

Ficou um luxo!! Lindo demais!
Como adoro receitas de pães, já anotei.
Pão com escondidinho deve ser tudo de bom...
Bjs

Marcelo disse...

Olá,
Tudo bem? Gostaríamos de te convidar a colocar os textos do Slow Food Brasil na lateral de seu blog. Se gostar da idéia, saiba como fazer isso nessa página: www.slowfoodbrasil.com/content/view/234/62/

Entre os blogs que já colocaram as notícias em seus sites estão: Come-se, Alimento para pensar, Orgânicos e Sustentáveis, Central do Cerrado, Comadre Fulozinha etc.

Abraços,
Equipe Slow Food Brasil
www.slowfoodbrasil.com

Mari Rezende disse...

Letrícia, você não poderia ter feito melhor... A mandioca fica perfeita na massa dos pães! Ela deixa tudo macio, faz crescer...
E esse recheio de carne seca... Nem vou falar o quanto estou babando por ele!
Beijinhos

Letrícia disse...

Obrigada, Cláudia! O seu pão também ficou um espetáculo. Minhas artérias que não me ouçam, mas eu amo uma lingüicinha :-)

Conversas, que bom que gostou! Volte, sim!

Dani, eu fiquei com pena de não ter mais recheio, fica muito gostoso!

Marcelo, vou colocar, sim! Obrigada.

Mari, eu fiquei encantada com a mandioca e o que ela faz pela massa de pão. Não imaginava que ficasse tão bom!

Beijos, pessoal!

Sylvia disse...

Que delicia de pao, so de ver me deu vontade
Bjs

Letrícia disse...

Que bom que gostou, Sylvia!
Beijos!

Laurinha disse...

Já disse antes........ô raios-de-dieta!
O enrolado de pesto está na listinha, não vejo a hora de experimentar, este de mandioca então, aiai, tô frita! ops, nada de fritura, então, tô perdida! :DDD
Beijinhos

Letrícia disse...

Laurinha, tô rindo aqui do seu comentário. Férias é bom, mas esse retorno às roupas que ficaram em casa é sempre chato ;-)

Beijos!

Anapaula Ascarpe disse...

GENTE QUE PÃOZINHO É ESTE..HUMMMMMMM

Printfriendly