Pão branco rápido

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Pão branco rápido

Tenho um fanático por pão dentro de casa (ainda bem, não sei o que faria com tanto pão, nem com tanta vontade de colocar a mão na massa). Outro dia, ele me chamou diante da geladeira e me falou, com uma expressão desolada: “o pão está acabando”. Fiquei feliz da vida – minha chance de testar receitas novas.

Acabei fazendo este pão de miolo macio e sabor delicado, tirado de um livro com receitas para serem preparadas manualmente ou com MFP (se alguém quiser, pode me mandar um e-mail que eu passo a versão de MFP).

Pão branco rápido

Receita adaptada de O livro dos pães, de Sara Lewis

Ingredientes:

325 g de farinha de trigo branca forte (nunca achei à venda, usei comum)
1 colher (sopa) de leite em pó (usei desnatado)
2 colheres (chá) de açúcar
½ colher (chá) de sal
1 ¾ colheres (chá) de fermento seco instantâneo
1 colher (sopa) de óleo de girassol (usei de canola)
200 ml de água morna
Opcional: 1 colher (sopa) de leite e parmesão ralado a gosto

Modo de preparo:

Misture a farinha, o leite em pó, o açúcar, o sal e o fermento em uma tigela grande. Acrescente gradualmente a água morna para formar uma massa macia.

Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e trabalhe-a por 10 minutos, até que a massa fique macia e elástica. Forme uma bola com ela, polvilhe-a com farinha e disponha em uma tigela grande. Cubra com filme plástico e deixe crescer até dobrar de volume.

Depois de a massa crescer, extraia o ar dela apertando-a com o punho e modele como quiser. Eu modelei como filão, fiz alguns talhos na superfície do pão, pincelei-a com leite e polvilhei com parmesão ralado. Disponha o pão em uma assadeira untada e enfarinhada e deixe crescer novamente por uns 40 minutos.

Asse em forno pré-aquecido a 200ºC por 25 minutos ou até que o pão fique dourado e pareça oco ao receber leves batidas com os dedos.

Observação final:

Aqui contei como fiz o pão em casa. Mas, segundo o livro, você pode fazer o seguinte: depois de sovar a massa até ela ficar macia e elástica, coloque-a em uma forma de pão com capacidade para 500 g, untada e enfarinhada. Cubra com filme plástico besuntado de óleo, sem apertar, e deixe crescer por 45 minutos ou até que a massa cresça até a borda da forma. Depois, é só retirar o plástico e assar, supostamente não há necessidade de um segundo tempo de crescimento.

19 comentários:

Magia na Cozinha disse...

Eu tb não resisto a um bom pão. Poderia viver só disto!
Bjs :)

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Letricia maravilha de pão!!!Es como eu adoro meter a mão na massa.Beijinhos carinhosos

Mari Azevedo disse...

Lê, amada, feliz ano novo, que 2009 seja um ano de muitas bênçaos e realizações, para vc e toda sua família!!
E vc me começa o primeiro post do ano com um pãozinho maravilhoso desses? Uiii, isso é covardia comigo e meu recomeçado regime... heheheheh... =P
Ahhhh... vc me passa a receita dele para MFP?? A chata já começou pedindo.. rs... meu e-mail é mr_azevedo@hotmail.com
Beijo enorme, com mto carinho

Mari

ameixa seca disse...

Aqui também não pode faltar pão mas é tudo feito na MFP :)

Eliana Scaramal disse...

Ficou lindo, eu também não consigo resistir a um pãozinho!!


www.saboresdalica.blogspot.com

Luciana Macêdo disse...

Quem resiste a um pão caseiro...eu não resisto.
Ficou com uma cara deliciosa.
Bjs!

Téia disse...

Lê, eu amo pão, branco, integral, como fôr, aff. Este ficou lindão, aliás seus pães matam a gente de vontade, hummm. BJ grande vizinha.

Valeria disse...

Humm que delícia de pão Leticia!!!
Adoro pãezinhos assim bem fofos!
Bjs

Letrícia disse...

Cláudia, sabe que eu ainda gosto mais de fazer do que de comer pão? Vá entender...

Isabel, eu não abro mão da diversão de fazer pão manualmente :-)

Mari, já te mandei a receita!

Ameixa, a MFP é muito prática, mesmo! Não descarto ter uma algum dia na vida.

Obrigada, Lica!

Lu, pão caseiro é bom demais!

Vizinha, obrigada! Eu tenho preferido comer pães integrais, que pesam menos na minha consciência, mas o hômi gosta mesmo é dos pães brancos :-)

Valéria, que bom que gostou!

Beijinhos, meninas!

Docestemperos disse...

Este pão tem um aspecto fantástico mas sou sincera nunca me dediquei muito a fazer pão, até tenho uma MFP só que não tenho conseguido fazer pão que me agrade o suficiente. Esta é pois uma receita a tentar.

Letrícia disse...

Amélia, espero então que esta receita agrade :-)

Beijos!

yaralucas disse...

Ô Leticia, por favor manda pra mim a versão na MFP :o) eu amo a minha, faço até massa de esfiha, pizza, etc, mas odeio as receitas que vieram no manual, elas ficam muito pãozudas; prefiro adaptar (ou usar as que as amigas decoração generoso mandam, hehe). Obrigada, beijos pra você!

yaralucas disse...

ah, sim, o e-mail, né... falta de pão me deixa com amnésia: yaralucas@yahoo.com.br.

Obrigada
Beijos
Yara

yaralucas disse...

Fiz o seu pão na máquina e ficou DELICIOSO, nham-nham! Esperei a máquina terminar de sovar e crescer um pouquinho a massa, aí a tirei da máquina, abri, recheei com queijo e voltei à máquina para que acabasse de crescer e assar. Ficou um pão maravilhoso, macio, cheiroso e o melhor: só sujou a cumbuquinha da máquina, hohoho.

Vou te enviar as fotos pelo e-mail, só estou esperando amado marido as baixar do celular (ele roubou todas as minhas pilhas da máquina pra colocar no controle do videogame, tive que apelar pro celular mesmo, vê se pode). Obrigada pela receita, pelo carinho e por dividir com a gente esse pão irresistível!

Letrícia disse...

Yara, fiquei super contente em saber que deu tudo certo com o pão aí na sua casa (e que ele não ficou pãozudo ;-)). Mande fotos dele, sim!

Beijão!

De Cordeiro disse...

me passa por favor a receita para maquina de fazer pao!

Letrícia disse...

De, informe um e-mail para que eu possa passar a receita :-)

De Cordeiro disse...

deboracordeiro@gmail.com

Letrícia disse...

Receita mandada, Débora :-)

Printfriendly