Eu comi figo-da-índia (e fiquei cheia de espinhos)

quarta-feira, 4 de março de 2009

Um casal de amigos tem um jardim de cactos. É a coisa mais linda - há mandacarus, palmas, pés de pitaia (pequenos, ainda) e uma infinidade de suculentas de todos os tipos e formatos. Passeando por ele, eu avistei algumas frutinhas que me lembrava de ter visto antes no Gourmandise. Não deu outra: eram figos-da-índia, prontos para serem colhidos.

Figo-da-índia

T., a dona da casa, disse que já tinha ouvido falar que os frutos das palmas eram comestíveis, mas que nunca tinha se aventurado a comer. Eu, xereta que sou, logo me ofereci como cobaia.

O problema, gentes, é que eu esqueci um aspecto importante relatado pela Nina: o figo-da-índia é cheio de espinhos, desses bem fininhos e quase invisíveis (ficam nos pontinhos pretos da fruta). Então, é fundamental que se use luva impermeável para colhê-lo e manipulá-lo, senão você vai ficar como eu, que estou tirando espinhos dos dedos até hoje. A dica da Nina, que eu adotei, é passá-lo rapidamente pela chama do fogão antes de comer (os espinhos viram cinzas e a vida fica bem mais fácil).

Figuinhos-da-índia
Nesses figuinhos, os espinhos ficam nos pontinhos brancos

Colhi frutos de dois cactos muito parecidos - um dá o figo-da-índia tradicional, alaranjado. O outro dá um fruto menor, fúcsia (nunca imaginei que um dia precisaria usar essa palavra :-P).

Figuinhos-da-índia abertos
A cor é incrível. O sabor, nem tanto.

O fruto pequeno tem cor mais impressionante do que o grande, mas tem menos gosto. Ele também tem sementinhas do tamanho de uma cabeça de alfinete, que precisam ser cuspidas. No fruto grande, as sementes me pareceram menores.

Figo-da-índia aberto
O figão. A cor não impressiona tanto, mas ele tem mais sabor.

O veredito: O sabor é agradável, bem suave - para mim, lembra um pouco a pitaia. Não fiquei encantada, mas comeria de novo sem problemas. Fora a chatice dos espinhos, foi uma boa experiência.

13 comentários:

Glau disse...

No sítio de uma grande amiga minha tem figo-da-índia, mas eu brincava dizendo ser o figo-do-sítio pq só lá que eu tinha visto!

Apesar dos espinhos, eu tbém gostei.. achei o sabor bem levinho.. eu descreveria como uma mistura de melão com papaya! :)

bjo, glau

ameixa seca disse...

Muito bonitos, principalmente o mais avermelhado :) Gostava de provar!

Karla disse...

Nunca me atrevi a exprimentar...os nossos aqui são dos verdinhos :)

Magia na Cozinha disse...

A cor deles é muito bonita, principalmente o fúscia. Eu provaria sem medo e sem espinhos!
Bjs :)

Letrícia disse...

Glau, eu já tinha visto no supermercado, com um preço absurdo. Eu achava que nunca iria comer até então :-)

Ameixa, a cor é realmente impressionante :-)

Karla, de que cor é a polpa dos figos-da-índia verdes?

Cláudia, os espinhos são a única parte chata de comer figos-da-índia. De resto, são bem gostosos!

Beijos, meninas!

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Que post lindo e saudável!
Beijocas,

Téia disse...

Vizinha querida, kkkkk....Só estou rindo porque provei o figo no mesmo dia que você, lá no CHile, lá eles chamam de Tuna, é a fruta mais típica deles, segundo o guia.E adivinha??? Fiquei cheia de espinhos, hehehe, e fiquei imaginando de qual das frutas, pois comi três tipos diferentes. Agora está esclarecido... Coincidências da vida, né??? Bj grande.

Letrícia disse...

Obrigada, Rostinhos Bonitos!

Vizinha, eu passei completamente batido pelos espinhos, só vi depois, quando já estava toda espetada :-) Que coincidência, a gente se espetando a tantos quilômetros uma da outra :-D

Beijos, meninas!

Gourmandise disse...

tive que usar pinças para retirar alguns espinhos das mãos...doeu.
bjo

Letrícia disse...

Nina, eu já estava andando com uma pinça para cima e para baixo porque toda hora descobria um novo espinho :-/

Beijos!

Manuel Augusto disse...


Têm de ser colhidos com uma luva e se deixados 2 dias em repouso acabam por perder os espinhos. Muito saborosos mas deixam a boca e os dedos muito vermelhos.

Eduardo Flores Araya disse...

Gente para alguem nao tenha comido ainda e queira experimentar, eu sou do Chile e é mesmo um dos frutos muito apetecidos lá, mas aprendemos a comer eles desde pequenos, com faca e garfo você abre ele sem necessitosidade de pegar com a mão pois as espinhas são chatinhas mesmo.
Corta os extremos dele e depois faz um corte a longo para abrir, o mais comum é o verde que tem uns caroços pequenos que se comem tambem, e bem gelado sao muito apetitosos. para quem deram a comer ele la no Chile eles sacanearam pois teriam que ter aberto ele pra voce ver como se faz, lembro que minha mãe dava eles ja pelados pra gente quando eramos crianças.
abraços e experimentem é muito gostoso. mas lembra nunca pegar ele com a mão sem luva ou alguma coisa pra se proteger das espinhas. Se voce for na fera no Chile encontra eles ja limpos das espinhas mas do mesmo jeito não pegamos eles com a mão

Unknown disse...

Tenho um pé no meu jardim. Está carregado. Não sabia que era comestível.

Printfriendly