Vá ser brava assim lá no céu

quarta-feira, 18 de março de 2009

Planta no quintal da bachan

Desculpe, pessoal, hoje não tem receita. Estou sem ânimo para cozinhar.

**************

Venho de uma tradição de mulheres bravas. E bravas em vários sentidos. Bravas porque fazem questão de marcar seus pontos de vista. Bravas porque não toleram injustiças, covardias ou preconceitos. Bravas porque tendem a ser um tiquinho (cof, cof) autoritárias e disciplinadoras. E bravas porque enfrentam a vida com coragem, sem nunca esmorecer diante de obstáculos.

Hoje, a mais brava de nós vai encarar um novo desafio – botar ordem no céu. Vozinha, obrigada por tudo. Pelas lições, pelas histórias, pelo carinho sem fim, por cada momento que passei ao seu lado. Eu queria ter percebido mais cedo como cada minutinho com a senhora era valioso.

Espero um dia estar à altura do seu exemplo. Um beijo saudoso da sua ‘pretioca’ que te ama muito, muito.

16 comentários:

Patricia Scarpin disse...

Lê, querida, sinto muito pela sua perda.
Fique firme aí - tenho certeza de que a vozinha está bem onde está.

fátima disse...

ô, que pena...
mas ela, com certeza, já deve estar arrumando umas coisinhas lá em cima, né? ou então já proseando com a minha, que era desse mesmo jeitinho...

bj

ameixa seca disse...

Os meus sentimentos!

brisak disse...

poxa, eu te leio tanto, e nunca escrevo..mas deixo akih meu carinho solidario pra sua avohz(brav)inha..a minha era tao, mas tao linda..

*hugs*

ps. continuarei lendo quietinha:) Fique bem.

Ziza disse...

Te deixo um beijinho prá sarar logo...

Laurinha disse...

que pena....

jájá ela fica boa e vai ensinar e por na linha todo mundo lá!

E pra nós, a vida continua aqui, então, estrelinhas carregadas de força e coragem procê, viu!

Beijinhos

Silvia Arruda disse...

Adorei seu texto. Pode ter certeza que sua vó está orgulhosa de vc, lá no céu. E eu tb sou brava como vc. Como dizia minha mãe, q tb mora no céu, antes brava do que ruim! :)
Beijos!

Gina disse...

Letrícia, que maneira mais simpática de comunicar um fato delicado.
É isso aí, a vida continua.
Beijo no seu coração.

pipoka disse...

Revejo-me em seu texto... primeiro porque sou também muito brava, depois, porque perdi minha avó há pouco tempo...

Um beijo enorme para vc.

Mari Azevedo disse...

Amada, que saudade! Sinto muito pela sua perda... muita força e coragem, e tenha a certeza de que sua avózinha está, nesse momento, num local cheio de luz e paz, e olhando por todos vocês!!
Tambem venho de uma geração de mulheres bravas... minha avó está com 92 anos, e hoje, é uma criança doce e querida (ela tem alzheimer)... a garra e a sinceridade de pessoas como ela e a sua avózinha, certamente são nosso maior legado!
Tenho certeza de que sua avó tem muito, mas muito orgulho de você.
Beijo grande, e muito carinho

Mari

Cláudia disse...

Sinto muito pela partida de sua vozinha. Muita força para você.

bjs

Sylvia disse...

Puxa , sinto muito por sua perda. Mas como disse a Laurinha, ela já deve estar pondo ordem e organizando anjinhos
Um beijo carinhoso

Carol disse...

Le, um grande beijo no seu coração e força. Fica com Deus!!!

Téia disse...

Vizinha querida, noooossa, que pena. Como dói, né? Espero que logo, logo, passe a dor e fique as lindas lembranças. A esta hora, deve estar dando palpite em tudo lá no céu.hehehe. Meu ombro tá aqui. Bj grande.

De Cordeiro disse...

a vida é assim para todos nos, nossa unica certeza... ela esta bem, continue firme, forte e brava, impondo seus limites, opiniões.... beijos

Iúna disse...

que linda homenagem, ela deve estar exultante por ter cumprido mais uma etapa da existência, que nao se extingue com o fim dessa vida, ou nao se resume só a ela. E mais exultante ainda por ter tido uma neta tão especial, tão carinhosa como vc. Adoro suas receitas.

Printfriendly