Sopa de abóbora com couve e frango desfiado

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Quem nunca pegou aquele resfriado quando brigou com um amigo, ou quando o amor viajou, ou quando sofreu uma perda ou uma grande decepção?

Minha acupunturista me contou algo interessante a respeito disso. Segundo ela, a energia do pulmão é sensível a tristezas, e costuma cair quando não estamos bem. O resultado é que, além de infelizes, ficamos naquele estado miserável.

A sugestão dela, para esses momentos, é comer abóbora japonesa e salsinha. A abóbora, com sua polpa de cor forte, ajuda a recuperar a energia do pulmão. A salsinha reforça as defesas do organismo.

Pensando nisso, fiz a minha versão de abóbora com salsinha. Cozinhei um bom pedaço de abóbora japonesa com um pouco de caldo de legumes (usei água e um pouquinho de caldo industrializado em pó). Quando a abóbora ficou macia, processei-a com líquido e tudo no passe-vite. Numa panela com um fio de azeite de oliva, refoguei dois dentes de alho picadinhos e deitei a abóbora processada. Adicionei uma sobra de frango assado bem desfiado e misturei um pouco. Em seguida, acrescentei couve crua, picada fininho, que cozinhou até amaciar. Um pouquinho de molho de pimenta, uma acertada no sal e pronto. Servi com um fio de azeite e muita salsinha fresca picada por cima.

Que eu saiba, não há evidências científicas de que essa combinação de ingredientes funciona. Mas rende uma sopinha pra lá de reconfortante.

Sopa de abóbora com frango e couve

Comentários finais:

* Como deu pra notar, sopa, para mim, é uma excelente oportunidade de aproveitar tudo aquilo que está se sentindo solitário na geladeira. Então raramente faço receitas formais, com quantidades precisas de ingredientes.
* Meninas do Brasil, já viram o comercial de caldo líquido de galinha estrelado pelo Alex Atala? Alguém já provou? Estou bem curiosa.
* A cores da sopa vieram a calhar, nesses tempos de Copa do Mundo. Espero que eu não precise tomá-la para me consolar depois de algum jogo da seleção brasileira :-P

3 comentários:

moranguita disse...

hum que boa amiga
adorei esta sopinha
beijocas

ameixa seca disse...

Já não pego um resfriado há pelos menos 2 anos e até que tenho alturas em que fico bem triste. Acho que tenho uns pulmões maravilhosos he he Além disso, como muita sopa :) Essa deve ficar deliciosa!

Téia disse...

Ah vizinha, estes dias mais frios em Brasília pedem uma sopinha. Gostei da dica da abóbora, tô até gripada e vou comê-la. Tudo bem por aí??? Bjka.

Printfriendly