Salada de pepino e cebolas

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Minha memória não é muito detalhista. Guardo impressões gerais, conceitos, ideias. Mas para que eu registre minúcias, é preciso que eu as leia ou que as escreva.

Isto faz de mim alguém que não se lembra das palavras ditas em uma briga, que esquece um caminho que percorreu e que se lamenta por não ter anotado como a ba-chan faz salada de pepino.

Eu me lembro de pepinos crocantes; de um tempero suave, que combinava salgado, azedo e doce. Será que havia ervas? Já não me recordo mais.

Tentando recriar essa salada perdida em minha memória, fiquei pensando, com um aperto no peito - quantas lembranças da minha ba-chan eu já perdi? Quanto me resta para lembrar?

Salada de pepino

Ingredientes:

2 pepinos japoneses
1 colher (chá) de sal
1 cebola pequena
Orégano seco
De acordo com o seu paladar: Azeite (ou outro óleo vegetal), vinagre de arroz (ou qualquer vinagre branco) e açúcar (e mais sal, se for o caso)

Modo de preparo:

Lave bem os pepinos e corte fora as pontinhas, esfregando-as nas extremidades cortadas (minha avó faz assim para que os pepinos não fiquem amargos).

Com um descascador de legumes, tire algumas tiras da casca dos pepinos. Corte-os em rodelas de 2 mm. Num escorredor de macarrão, adicione os pepinos e o sal, misturando bem com as mãos. Deixe o escorredor sossegado sobre um prato para que o pepino solte líquido e fique mais flexível, mas sem perder a crocância.

Enquanto isso, descasque e corte a cebola em meias-luas fininhas.

Depois de 15 minutos de descanso, é hora de escorrer o pepino. Pressione-o contra as paredes do escorredor de macarrão para que ele solte mais líquido.

Numa tigela, adicione o pepino drenado e as cebolas e tempere a gosto com o azeite, o vinagre e o açúcar. Vá com calma, adicionando pequenas quantidades e misturando até que esteja do seu agrado. Se achar que os pepinos não têm todo o sal de que você precisa, adicione mais um pouquinho.

Para dar uma graça, coloquei um pouquinho de orégano seco na minha salada. Se não quiser, nem precisa colocar.

Observação final:

Não se espante, a salada é muito simples de fazer, eu é que sou prolixa.

2 comentários:

moranguita disse...

eu adoro eppino
uma saladinha assim e perfeita
beijinhos

Akemi disse...

Tbm me pego me lamentando quantas coisas não tive interesse em aprender ou conversar com minha ba-chan quando ela ainda era viva, coisa de adolescente baka! Muito bom tentar resgatar um pouco dos sabores que por mais simples que sejam nos trazem alegria e aquela doce nostalgia! Bjss

Printfriendly