Receita da mamãe – Bolo da Magda (sem lactose e sem glúten)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Oi, pessoal! As últimas semanas foram meio corridas, por isso não consegui aparecer por essas bandas. Além disso, ultimamente, tenho feito comidinha do dia a dia – nada que mereça fotos e post com receita.

Assim, a receita que estou publicando agora não saiu da minha cozinha, nem foi preparada por mim. Mas a fonte não poderia ser melhor: minha mãe, uma das melhores e mais criativas cozinheiras que já conheci.

Em casa, brincamos dizendo que minha mãe só lê receitas para fazer tudo diferente (eu, confesso, sigo pelo mesmo caminho). Na cozinha dela, não há dificuldade intransponível: intolerância alimentar, implicâncias dos convivas com algum ingrediente, ela tira tudo de letra. Missão dada é missão cumprida.

O bolo deste post nasceu de um desafio desses. Minha mãe receberia a Magda, amiga querida, para um chá. Intolerante a glúten e a lactose, a Magda vivia saudosa de um bolinho. A geladeira não estava das mais promissoras, mas minha mãe não pestanejou. Virou, mexeu e se saiu com esta belezinha da foto.

Eu não estava no chá para ‘filar’ um pedaço, mas vou fazer que nem Silvio Santos e dizer que quem comeu, adorou.

Bolo da Magda

Ingredientes:

1 maçã média sem casca, em cubos
1 cenoura média em cubos
1/2 xícara de óleo de canola ou girassol
2 ovos
3/4 de xícara de açúcar
Algumas gotas de extrato de baunilha
1 xícara de farinha de arroz
1/2 xícara de farinha de grão-de-bico
1/2 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de bolo inglês com óleo vegetal e polvilhe-a com um pouquinho de farinha de arroz.

Numa tigela grande, peneire as farinhas e o fermento em pó. Reserve.

No liquidificador, bata a maçã, a cenoura, o óleo, os ovos, o açúcar e o extrato de baunilha até obter um creme homogêneo. Despeje essa mistura sobre os ingredientes secos peneirados e misture delicadamente até que tudo esteja incorporado.

Deite a massa na forma de bolo inglês e leve ao forno até que o bolo passe no teste do palito.

Observação final:

Quer um bolo diferente? Minha mãe recomenda raspas de limão (ela usou limão yuzu um dia desses) ou ½ xícara de nozes picadas (o bolo da foto tem nozes).

Update: Provei o bolo e agora tenho condição de dizer como é! Como os bolos de farinha de arroz que já experimentei, este tem uma textura meio 'arenosa' (mas não se esfarela tão facilmente como outros). O sabor é muito bom - cenoura e maçã se entendem que é uma beleza, e as raspinhas de limão dão aquele charme. Meu veredito: para quem não pode consumir farinhas com glúten, é um bom bolo. Mas, de verdade, a textura que a farinha de arroz confere à massa não me seduz.

6 comentários:

Gina disse...

Posso dizer que adorei! Ando usando diversas farinhas, como de arroz, de coco, de quinua. Para os celíacos é uma boa. E para quem não é, só tem a ganhar também.
Legal a versatilidade da sua mãe!
bjs.

ameixa seca disse...

Farinha de grão é mesmo interessante, muito bom mesmo :)

Rachel disse...

Olá amiga Letrícia,

Eu também estive afastada por uns dias mas já estou voltando e vim conferir essa receitinha especial da sua mãe, deve ficar ótim.
A amiga querida com certeza se deliciou.
Anotada no caderninho de receitinha a fazer!
Bjuss!!!

angela disse...

Como se faz farinha de grão de bico?

Letrícia disse...

Angela, segundo o Google, basta processar o grão-de-bico cru (sem deixar de molho ou cozinhar) em um processador de alimentos (ou um liquidificador potente). Eu ainda não testei, por isso, não sei se funciona.

moranguita disse...

e sempre uma bela sugestao para quem nao pode ingerir certos alimentos
beijinhos

Printfriendly