Moqueca de camarão

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Aqui em Brasília, há uma filial de um restaurante famoso na Bahia - o Ki Mukeka. O carro-chefe, como é possível imaginar, são as moquecas (para quem é de fora do Brasil, a moqueca baiana é um cozido de peixe e/ou frutos do mar que leva leite de coco e azeite de dendê).

Desde que comi lá, virei fã incondicional da moqueca de camarão, que chega à mesa borbulhando na panela de barro. Ela é muito diferente de todas as moquecas que já comi. A diferença que, de cara, identifiquei foi o uso de pimenta-de-cheiro picadinha no lugar dos pimentões tradicionais. Além disso, o caldo é mais denso e saboroso do que o das moquecas comuns.

Como tinha no freezer uns camarões graúdos e bonitos, resolvi que ia fazer moqueca - e com pimenta-de-cheiro picadinha, que nem a do Ki Mukeka. Mirim na arte da comida baiana, preferi não inventar muita moda e seguir uma receita normal. Fiz várias adaptações em relação aos ingredientes, mas segui o modo de preparo tão fielmente quanto me foi possível. Acabei obtendo um caldo mais ralo, mas muito saboroso. E fiquei cheia de ideias para uma próxima tentativa.

Moqueca de camarão
Receita livremente adaptada daqui

Ingredientes:

600 g de camarão grande limpo (sem cabeça, casca e aquela coisinha nojenta das costas)
4 tomates (2 em rodelas, 2 picados sem sementes)
3 cebolas (1 grande picadinha, 2 médias fatiadas)
8 pimentas-de-cheiro picadinhas
1 garrafa pequena de leite de coco (200 ml)
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de azeite de dendê
Suco de 1/2 limão

Adicione a gosto:
Cheiro-verde (cebolinha e salsinha ou coentro, fica seu critério)
Sal
Gotas de molho de pimenta (aqui em casa eu adiciono no meu prato, porque só eu gosto)

Modo de preparo:

Eu fiz assim: primeiro, temperei meus camarões limpinhos com suco de limão e sal. Deixei-os quietinhos curtindo o tempero por 1 hora, mais ou menos (antes de usá-los, escorri o caldo de limão para não deixar a moqueca ácida).

Numa frigideira comum, deitei o azeite de oliva e refoguei os ingredientes picadinhos - cebola, tomate e pimenta-de-cheiro. Temperei com sal e reservei.

Fiz então a montagem da moqueca. Se você tiver uma panela de barro, pode usá-la. Como eu não tenho, montei a moqueca numa frigideira grande e funda, de fundo grosso. Comecei com uma camada de camarão, seguida de uma de de cebola, uma de tomate, uma de refogado. Repeti a sequência mais uma vez, reguei tudo com leite de coco, acrescentei o dendê, uma pitada de sal e salpiquei cheiro verde.

Levei ao fogo e deixei cozinhar por 15 minutos, com a panela semi-tampada. Servi com arroz branco e farofa.

Observação final:

Assim que tiver camarões bonitos de novo, vou testar um novo modo de preparo de moqueca. Se der certo, conto aqui.

3 comentários:

Marly disse...

Oi, Le (olha só a intimidade, quem deu? rsrs)

Eu adoro moqueca e adoro a comida baiana, só não sou muito fã do azeite de dendê, rsrs. Também amo a pimenta de cheiro, tanto que sempre tenho uma bandejinha em casa. A sua moqueca ficou linda, tentadora mesmo, rsrs.

Beijoca!

ameixa seca disse...

Adoro moqueca, de camarão nunca provei mas já comi de peixe. Claro que foi aqui em Portugal. Acredito que no Brasil a coisa seja ainda melhor :)

Cristina disse...

Gosto muito de moqueca, mas nunca preparei...talvez agora eu tente!!
Até mais...

Printfriendly