Repolho com sementes de alcaravia

domingo, 4 de março de 2012

Repolho com sementes de alcaravia

Este prato é bem simples - trivial, até -, mas tem um espaço especial no meu coração. A receita veio da querida tia I., amiga da minha mãe há tanto tempo que virou família, também. As sementes de alcaravia (caraway, kümmel) dão um toque refrescante.

Ingredientes:


1 repolho branco médio, cortado em tiras não muito finas
1 fio de óleo vegetal sem muito sabor (canola, por exemplo)
½ cebola picadinha
2 colheres (sopa) de vinagre claro (eu usei o de arroz, mas pode ser de vinho branco ou de maçã)
Sal a gosto
1 colher (chá) de sementes de alcaravia

Modo de preparo:

Numa panela grande, aqueça um fio de óleo. Refogue a cebola até que fique transparente. Adicione então o repolho (em etapas, se não couber na panela). Salgue-o levemente para que ele perca um pouco do volume. Quando todo o repolho já estiver murcho, mas ainda crocante, adicione o vinagre e misture bem. Deixe cozinhar por 5 minutos para que o vinagre evapore um pouco.

Acerte o sal, adicione as sementes de alcaravia e misture bem. Desligue o fogo e sirva em seguida.

4 comentários:

Maria disse...

Letícia, obrigada pela partilha. Por aqui ficou registada pois adoro este tipo de saladas/acompanhamentos.
Beijinhos da Maria

Eli disse...

Letícia, não como as receitas de família - são sempre as mais mais no nosso coração. Eu adorei o toque das sementes e fiquei curiosa com o sabor. :)

Lica

Akemi disse...

Outro dia comprei as sementes por curiosidade e experimentei numa receita de pão. Lembra muito erva-doce ne? Gostei e acho que no repolho deve dar um toque bem diferente, vou provar qualquer hora! Bjss

Letrícia disse...

Maria, também adoro, e me faz falta ter mais opções de preparo para os legumes - às vezes, cozinho um vegetal tantas vezes do mesmo jeito que acabo enjoando dele.

Lica, também dou muito valor às receitas de família. Nada substitui o valor afetivo delas :-)

Akemi, na casa dos meus pais, nunca faltou alcaravia. É engraçado que eu nunca associei o sabor dela à erva-doce - pra mim, ela tem gosto de comida da tia I. ;-)

Beijos, queridas!

Printfriendly