Colomba pascal com gotas de chocolate

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Aproveitei o ensejo da Páscoa, que se aproxima, e resolvi fazer um pão doce que sempre despertou minha curiosidade (e apetite): a colomba pascal.
Muitas histórias estão ligadas aos símbolos da Páscoa, entre elas, a colomba pascal. Ao norte da Itália, em Lombardia, vilarejo de Pavia, houve uma invasão do exército de Albuíno, o rei dos Lombardos. Um confeiteiro local resolveu preparar um presente para o invasor. Criou um bolo diferente, preparado com ricos ingredientes e assado no formato da pomba da paz. Quando recebeu o presente, o invasor ficou encantado com o sabor do bolo e a sensível ideia e decidiu poupar o vilarejo do ataque. O bolo simboliza a vinda do Espírito Santo.
(Wikipedia)
Segundo a Wikipedia, a colomba, como o seu primo panetone, é um pão doce que tradicionalmente leva cascas de laranja cristalizadas e tem formato de pomba – ou de algo parecido. É compartilhada no domingo de Páscoa e na segunda-feira seguinte.

Para fazer a minha colomba, segui uma receita da querida Laila, do Comidinhas do Bem. Como eu não tinha a forma adequada, usei uma forma redonda de fundo falso com 23 cm de diâmetro e 7 cm de altura. Não usei raspas de laranja porque não tinha laranja em casa (nem disposição de sair para comprar). Também dispensei a canela da cobertura porque queria que o hômi provasse ao menos um pedacinho.

Colomba pascal - o todo

Receita adaptada daqui

Ingredientes (para uma colomba de 500g):

¾ de colher (sopa) de femrento biológico seco instantâneo
½ xícara de leite morno
2 ½ xícaras de farinha de trigo
2 ovos + 1 gema
½ xícara de manteiga sem sal amolecida
¼ de xícara de açúcar
1 ¼ de xícara de chocolate meio amargo picado ou em gotas
Raspas de laranja (troquei por ½ colher de chá de essência de amêndoas)

Cobertura:
1 clara de ovo
¼ de xícara de açúcar de confeiteiro
½ colher (chá) de canela (usei algumas gotas de essência de amêndoas)

Modo de preparo:


Comece preparando a esponja – numa tigelinha, misture o fermento ao leite e a meia xícara de farinha de trigo. Cubra com filme plástico e deixe crescer por meia hora.

Equipe o multiprocessador com o acessório de faca. No recipiente dele, adicione o açúcar, os ovos, a manteiga e a esponja. Bata até obter uma mistura homogênea.

Troque o acessório de faca pelo acessório para bater massas. Adicione a farinha e processe até que se forme uma bola de massa bem lisa.

Retire a bola de massa do recipiente, acomode em uma tigela grande, cubra com filme plástico e deixe crescer por duas horas (ou até que a massa dobre de volume).

Adicione então o chocolate à massa, cuidando para que ele fique bem distribuído.

Acomode a massa na forma de papel típica (se usar forma metálica, unte e polvilhe com farinha) e deixe crescer novamente, até que ela ocupe quase todo o espaço disponível. Enquanto isso, preaqueça o forno a 180ºC e prepare a cobertura.

Numa tigelinha, acomode a clara de ovo e bata até que ela fique esbranquiçada. Adicione o açúcar, a essência de amêndoas e continue batendo até obter um creme branco. Pincele esse creme em toda a superfície da colomba.

Asse a colomba por 40 minutos ou até que a sua superfície fique bem dourada (a minha chegou a ficar acastanhada). Retire do forno, acomode na grade de resfriamento e deixe chegar à temperatura ambiente antes de servir.

Se você, como eu, usou uma forma de fundo falso, espere que a colomba esfrie um pouco – 10 minutos –, desenforme-a e deixe-a sobre a grade de resfriamento até que chegue à temperatura ambiente.

Colomba pascal - a parte

Observações finais:
  • Eu usei o multiprocessador para preparar a colomba (gostei muito da rapidez!), mas a receita da Laila pede batedeira planetária com batedor em formato de pá.
  • Idealmente, consuma a colomba no dia em que a preparar ou, no máximo, no dia seguinte. Depois disso, ela tende a ficar muito ressecada.
  • Recomendo o uso de um chocolate um pouco mais doce. Usei gotas de chocolate amargo 70% e achei que faltou doçura.
  • Sabe uma coisa que deve ficar gostosa na colomba? Praliné da sua castanha preferida, bem picadinho, tanto na massa quanto na cobertura.
  • No blog de outra querida, a doce e sumida Laurinha, há uma colomba de gotas de chocolate com cobertura de ganache. Alguma dúvida de que deve ficar dos deuses?

3 comentários:

Ana disse...

Eu acho o aspecto maravilhoso.

Beijinhos e uma boa Páscoa

Mané disse...

Está com um aspecto que deixa muita vontade de tirar uma fatia
Boa Páscoa
http://obolodatiarosa.blogspot.pt/2012/04/coalhada-de-limao-com-gengibre-e-uma.html

Letrícia disse...

Ana, Mané, obrigada! Espero que a Páscoa de vocês tenha sido iluminada.

Beijos!

Printfriendly