Bolo de banana e xarope de bordo com calda de caramelo

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Bolo de banana - foto do Rô - 1

Antes de começar este post, quero saudar a pessoinha que me mostrou que esse lance de criança poderia ser para mim - minha afilhadinha amada, que hoje completa 6 anos. Ainda mais saúde, alegrias, amiguinhos e amor na sua vida, florzinha! E que o seu anjo da guarda continue sendo batuta!

**************************

Trabalho com um moço multitalentoso (e muito talentoso também) - o Rodrigo. Tudo que ele faz, faz lindo: design, ilustração, fotografia... os últimos layouts do blog são dele, por sinal. O Rô sempre me dá boas dicas de fotografia de comida, pois já trabalhou em um estúdio especializado no tema. Mas  eu, criatura desmemoriada e incapaz de guardar instruções muito longas, não conseguia aproveitar muito.

Aí, calhou de eu desejar um bolo de banana que vi no Instagram do oráculo da comida divina; de ter bananas maduríssimas em casa; de estar em uma semana mais tranquila no trabalho. Combinei com o Rô e fizemos uma mini-sessão de fotos do bolo que eu preparei.

As fotos desse post são do Rô. Se você ainda não está babando no monitor, há de babar já, já. Ah, sobre o bolo, ele é tão gostoso quanto é lindo.

Bolo de banana - foto do Rô - 2
Receita ligeiramente adaptada daqui

Ingredientes:

Para o bolo
3 ovos grandes
125g de manteiga, derretida e fria
1 xícara (175g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
¼ xícara (60ml) de xarope de bordo (maple syrup)
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 bananas bem maduras, amassadas
¼ xícara creme azedo (sour cream)*
225g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de canela em pó
1/8 colher (chá) de sal
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Para a calda de caramelo
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal
1/3 xícara (60g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
2 colheres (sopa) de creme de leite fresco (usei creme de leite de caixinha)

Bolo de banana - foto do Rô - 3

Modo de preparo:

Se você encontrar creme azedo industrializado por aí, pule esta etapa. Do contrário, comece preparando o creme azedo caseiro. Eu fiz assim: em uma tigelinha, combinei 1/4 de xícara de creme de leite de caixinha e 1 colher de chá de suco de limão. Mexi até começar a engrossar, então deixei coberto com filme plástico, quietinho na pia, por pouco mais de uma hora.

Enquanto isso, vá cuidar do mise-en-place: separe e meça os ingredientes, descasque e amasse as bananas com um garfo, derreta a manteiga. Aproveite também para ligar o forno a 180°C e untar com manteiga e enfarinhar uma forma de anel com capacidade para 8 xícaras de massa (se for uma bundt muito trabalhada, como a que eu usei, bote muito amor e dedicação na tarefa).

Pronto, vamos ao bolo propriamente dito! Bata os ovos, a manteiga, o açúcar mascavo, o xarope de bordo e a baunilha com a batedeira por 5 minutos ou até obter um creme espesso. Batendo, adicione a banana e o creme azedo. Sobre a mistura da tigela, peneire a farinha, o fermento, a canela e o sal e misture para incorporar.

Transfira a massa para a forma preparada e asse por cerca de 40 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 10 minutos e então desenforme com cuidado, deixando esfriar completamente (eu deixei esfriar completamente na forma por minha conta e risco, mas é algo não recomendável, já que aumenta a chance de o bolo grudar na forma).

Prepare a calda de caramelo: em uma panelinha, misture a manteiga e o açúcar mascavo. Leve ao fogo baixo, mexendo, até dissolver o açúcar. Quando ferver, junte o creme de leite – com cuidado, pois a mistura vai borbulhar – e mexa até incorporar. Retire do fogo (quando esfria muito, a calda fica mais densa, difícil de espalhar. Se isso acontecer com você, leve-a novamente ao fogo, mexendo bem, ou coloque no micro-ondas por alguns segundos).

Polvilhe o bolo com açúcar de confeiteiro e regue com a calda de caramelo.

Bolo de banana - foto do Rô - 4

Observação final:

Na noite em que preparei esse bolo, fazia muito calor e a duplinha não conseguia conciliar o sono. Por muitas (MUITAS) vezes, precisei interromper o que estava fazendo, desligar a batedeira e atendê-los no berço, passando de 10 a 15 minutos confortando quiança. Foi, portanto, um milagre que algo tão bonito e bom tenha conseguido sair do forno.

No entanto, a textura ficou diferente do esperado - o bolo deveria ser úmido e fofo. O meu ficou úmido e muito macio, mas denso como um pudim daqueles mais durinhos. Assim, recomendo que você siga as orientações da Pat bem direitinho para ter o bolo do jeito que deve ser.

3 comentários:

Clara Brito disse...

Esse bolo ficou lindíssimo.


Beijinhos,
Clarinha

http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/01/almondegas-recheadas.html

Marly disse...

Oi, Le,

Parabéns para a sua afilhadinha, que a vida sempre sorria para ela, rsrs.
Este bolo ficou maravilhoso e tenho certeza de que deve ter ficado também delicioso!
Quantos aos palitos de queijo eles são crocantes mas frágeis, quebram com facilidade

Um beijo e bom fim de demana

Karina Frabetti disse...

minina, adorei as fotos e babei no caramelo ...
bjs querida, o blog está lindimais!

Printfriendly