Bolo de fubá da Lena

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Bolo de fubá da Lena

Não sei se isso acontece com você ou com alguém que você conheça, mas aqui em casa tem sido bem comum: de uma semana para outra, meus filhos desgostam de alimentos que supostamente eram seus preferidos. Aconteceu com biscoitos, com frutas, com bolos. Agora, a vítima da vez é o curau.

Os primeiros sinais de que a paixão acabara começaram há algumas semanas. As cumbuquinhas de curau, devoradas em minutos, começaram a voltar para a cozinha cada vez menos vazias. Mas sempre havia alguma desculpa plausível para isso acontecer - ora era um resfriado, o dentinho incomodando, a noite de sono ruim. Até que, finalmente, chegou o dia em que os dois se recusaram a tocar em suas tigelinhas.

Curau não pode ser congelado. E eu não posso com curau se quiser continuar cabendo nas minhas calças jeans. O que fazer, o que fazer... recorri ao Google. E sabe quem me socorreu? A mesma pessoa que me ensinou a fazer curau: a Lena

Pois a Lena não inventou uma receita de bolo de fubá deliciosa que leva curau na massa? E que bolo, gente. Assim que provei o primeiro pedaço daquela fofura de bolo, soube que não poderia mantê-lo em casa, ou comeria tudo sozinha. Levei-o para o trabalho, craro.

Em todo canto por onde passou, o bolo foi aprovadíssimo. Quer dizer, menos em casa, pela Alice, que desgostou de qualquer tipo de bolo (ai, ai, ai).

Bolo de fubá da Lena
Receita adaptada dessa daqui

Quer salvar esta receita no Pinterest ou nos seus bookmarks? Encontre-a no novo endereço do blog: nocalordofogao.com.br
O blog velhinho (ou seja, este aqui) será desativado definitivamente em 31/12/2019.

Ingredientes: 
(minha xícara medidora tem 240 ml)

Para o  curau:
2 xícaras de grãos de milho verde crus (debulhe duas espigas médias de milho verde e remova os 'cabelinhos')
1 xícara de leite

Para o bolo:
1 1/4 de xícara de açúcar (da próxima vez, vou usar 1 xícara, apenas)
100 g de manteiga amolecida ou margarina (usei margarina porque não quis esperar a manteiga amolecer e achei bem bom)
2 ovos
2 colheres (sopa) de óleo de canola
O curau pronto, já frio
1 xícara de fubá mimoso
1/4 de colher (chá) de sal 
1/2 xícara de farinha de trigo peneirada
1/2 colher (sopa) de fermento em pó
Canela em pó a gosto

Modo de preparo:

Ligue o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe cuidadosamente uma forma de anel média (fique à vontade para usar outra assadeira ou forma, mas lembre-se de caprichar na preparação dela - o bolo é delicado e tende a perder casquinhas na hora de desenformar).

Comece preparando o curau: no copo do liquidificador, junte o milho e o leite e bata muito bem. Despeje a mistura em uma peneira encaixada sobre uma panela média. Com o auxílio de uma espátula de silicone, esprema gentilmente o bagaço de milho até que ele fique bem sequinho (se quiser, guarde-o para fazer bolo de milho).

Leve a panela ao fogo médio, mexendo sempre com uma colher de pau ou espátula de silicone. Quando começar a borbulhar, abaixe o fogo e continue mexendo até que o curau fique grosso e bem cozido. Transfira-o para uma tigela de vidro e deixe esfriar sobre uma assadeira com água e gelo.

Agora, vamos ao bolo propriamente dito. Numa tigela, peneire juntos o fubá, a farinha, o sal, a canela e o fermento. Reserve.

Na tigela da batedeira, coloque a manteiga, os ovos e o açúcar até obter um creme fofo e pálido. Acrescente 1/3 do curau, mais o óleo, e bata em velocidade lenta somente até incorporar. Some então metade dos ingredientes secos, também em velocidade lenta. Continue alternando a adição de curau e ingredientes secos até terminar (sempre lembrando de usar velocidade lenta e bater apenas até ficar bem misturado).

Despeje a massa na forma preparada e leve ao forno por uns 50 minutos, mais ou menos (faça o teste do palito).

Retire o bolo do forno e deixe a forma sobre uma grade até amornar. Passe então uma faquinha fina ao redor do bolo para ajudá-lo a se soltar. Quando estiver frio, desenforme com cuidado.

Se quiser, cubra o bolo com doce de goiaba cremoso, como a Lena sugeriu. Ou coma puro, com um cafezinho, que já é um espetáculo.

Bolo de fubá da Lena

3 comentários:

Andrea Bitencourt disse...

Olá Letrícia!!
Dizem os especialistas que nosso paladar muda de 7 em 7 anos, vai ver que seus pimpolhos estão passando por essa fase! rs
Amo bolo de fubá, o seu está tão fofinho que dá gosto de ver!
Beijos! =)

Clara Brito disse...

Adoro bolo de fuba. Ficou com óptimo aspecto.

Beijinhos,
Clarinha

http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/04/crepes-gratinados-recheados-com-pasta.html

O cantinho dos Gulosos disse...

aspeto delicioso muito bonito tambem.


O Cantinho dos Gulosos

Printfriendly