Bolo de limão e sementes de papoula da Hummingbird Bakery

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Este bolo tem uma história curiosa. Já o preparei duas ou três vezes, mas nunca comi um pedacinho sequer – ele sempre é levado inteirinho a alguma confraternização do marido. Voltam elogios rasgados, pedidos de receita... e nenhum farelinho. Mas, pelo que provei da massa crua, da calda e do glacê, ele deve ser realmente bom – tudo é muito gostoso, e o cheiro é de tirar o juízo.

Ah, aproveito o post para perguntar a esse povo sabido que me visita: gente, por que o meu glacê não fica branquinho em contato com o bolo? Achei que fosse porque eu cobria o bolo quente, mas dessa vez, ele estava frio. Tem que ser mais espesso? Mas aí faz como para espalhar? :-/

Bolo de limão e sementes de papoula
Receita minimamente adaptada do livro maravilhoso da Hummingbird Bakery

Ingredientes:

Para o bolo:
85g de manteiga sem sal
245g de açúcar de confeiteiro
Raspas da casca de 1 1/2 limões (usei as raspas da casca de 1 limão grande)
15g de sementes de papoula (e mais um pouco para decorar)
165ml de leite integral  (usei leite desnatado, era o que eu tinha em casa)
235g de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
3 claras

Para a calda:
Sumo peneirado e as raspas de 1 limão
Açúcar refinado 50g
100 ml de água filtrada

Para o glacê:
Sumo peneirado de 1 limão
250g de açúcar de confeiteiro

Modo de preparo:

Ligue o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de anel com 24 cm de diâmetro.

Em uma tigela grande, bata a manteiga, o açúcar, as sementes de papoula e as raspas de limão até ficar cremoso.

Acrescente o leite em três adições, batendo bem até incorporar (não se preocupe se a massa parecer meio talhada, é assim mesmo). Raspe as laterais da tigela com uma espátula de silicone e bata mais um pouco até uniformizar.

Em outra tigela, peneire juntos a farinha, o fermento e o sal. Misture com um fouet e acrescente ao creme de manteiga em três vezes, batendo bem a cada adição e raspando as laterais da tigela até ficar bem homogêneo.

Em uma terceira tigela, bata as claras em neve até formar picos firmes.

Envolva as claras delicadamente à massa até incorporá-las. O movimento tem que ser delicado para que não se perca a leveza das claras em neve.

Despeje na forma e leve ao forno por 30-35 minutos ou até dourar e ficar fofinho ao toque (você o aperta delicadamente e ele ‘empurra de volta’). O teste do palito também pode ser uma boa.

Enquanto o bolo está assando, prepare a calda misturando o açúcar, as raspas de limão e suco em uma panela. Mexa com uma colher de pau até o açúcar dissolver.  Deixe ferver em fogo baixo até que a calda reduza pela metade.

Ao tirar o bolo do forno, perfure-o com uma faca ou palito de churrasco e despeje a calda quente às colheradas. Isto deixará o bolo úmido, com sabor bem pronunciado de limão e, de quebra, com uma casquinha de açúcar na parte inferior. Deixe o bolo esfriar por uns 10 minutos e então desenforme-o em uma gradinha para terminar de esfriar (de verdade, eu deixei esfriar completamente na forma e desenformei já no prato de servir).

Quando o bolo estiver completamente frio, faça o glacê misturando açúcar de confeiteiro e suco de limão. Se precisar, adicione um pouco mais de açúcar ou de água. Com uma colher, distribua a cobertura sobre o bolo, deixando escorrer pelos lados do bolo. Polvilhe com um pouco mais de sementes de papoula.

Observação final:

As receitas da Hummingbird Bakery sujam muita louça, mas são perfeitas. Faça e você vai ver.

3 comentários:

MA disse...

Oi Letricia! Lindo bolo! Vou palpitar na negócio do glacê. Eu acho q esse glacê americano fica branco por causa do tipo de açúcar que eles usam. Eles têm aquele açúcar q eles chamam de impalpável no Brasil e eu nunca encontrei lugar nenhum pra comprar. Nos EUA eles chamam esse açúcar de confeiteiro, mas ele é um pouco diferente do nosso, ele é mais fininho, quase como uma maisena.

Patricia Scarpin disse...

Querida, a dica da MA aí em cima é boa mesmo - açúcar impalpável deixa o glacê mais branquinho do que o de confeiteiro.

Renata disse...

Lê, eu compro o açúcar impalpável lá na Festiva! Ele tem adição de uma porcentagem de amido, aí fica branquinho mesmo! Ou então você pode usar uma mistura pronta para Glacê Real, funciona inclusive para confeitar biscoitinhos!

.. e limão com sementes de papoula, não tem nem como dar errado! :D

Beijoca!

Printfriendly