Tabule de verão (com quinoa)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Como é difícil voltar à rotina depois de férias escolares. As crianças que o digam. Este blog também precisou de férias forçadas durante o recesso da creche - cuidar de dois pequenos de 3 anos e meio e cozinhar são atividades difíceis de conciliar. O que importa é que estamos de volta! E com receitinha leve, já que muita água rolou embaixo da ponte (na verdade, água foi o que menos rolou - em compensação, teve bolo, biscoito, pão, sorvete, chocolate...).

Esta é uma salada que me encantou pelas cores e pela combinação de sabores - ingredientes naturalmente doces, como pimentão e tomatinhos-uva, o frescor do suco de limão e das ervinhas, a picância suave do nabo, o toque especial da pimenta síria. E, para ficar ainda mais nutritiva, ela tem quinoa.

Aliás, minha história com a quinoa é curiosa. Há uns 6, 7 anos, eu consumia muita quinoa em grãos, especialmente em saladas e pães (volte às postagens de 2009/2010 e comprove). Foi tanta quinoa que eu acabei cansando e precisei dar um tempo. O cansaço passou e eu quis voltar aos grãozinhos andinos - só para encontrá-los vencidos e cheios de bichos, na despensa. Morri de raiva e nunca mais comprei. #quemadura #sóquenão

Esta receita sela o meu reencontro com a quinoa. Tive de reaprender a cozinhá-la - e, de verdade, acho que agora os resultados estão ainda melhores.

Tabule de quinoaReceita adaptada daqui, modo de preparar a quinoa reaprendido aqui

Ingredientes:

1 xícara de quinoa em grãos (da cor que você preferir, eu usei a mais comum)
2 colheres (sopa) de azeite extra virgem
1/4 de colher (chá) de pimenta síria
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
1 pimentão amarelo médio
1 talo grande de salsão
450 g de tomate-uva
1 pepino japonês médio
1 nabo pequeno
1/2 cebola média
Suco de 1/2 limão taiti
1 xícara de salsinha fresca picada
1/2 xícara de hortelã fresco picado

Modo de preparo:

Lave a quinoa - acomode-a em uma peneira grande e esfregue-a sob água corrente por uns 2 minutos. Escorra e acomode e uma panela com 2 xícaras de água. Leve ao fogo médio até ferver. Quando isto acontecer, abaixe o fogo e deixe que a quinoa cozinhe por 15 minutos com a panela semitampada. Devolva a quinoa para a peneira e deixe que ela esfrie enquanto a água residual é drenada.

Enquanto isso, pique o pimentão, o salsão, o pepino, o nabo e a cebola em cubinhos de 0,5 cm. Corte os tomatinhos-uva ao meio (se forem muito pequenos, deixe-os inteiros; se forem muito grandes, corte em 4 partes). Pique também o hortelã e a salsinha.

Numa tigela grande, despeje a quinoa e afofe-a com um garfo para que ela se solte. Adicione os ingredientes que acabou de picar. Acrescente o azeite, o suco de limão, a pimenta síria, o sal e a pimenta-do-reino. Misture, prove e acerte o tempero ao seu gosto.

Sirva imediatamente com pão sírio ou sobre folhas de alface acompanhando pratos árabes ou, mesmo, um grelhadinho.

Observação final:

- Esta receita fica deliciosa com erva-doce (funcho) no lugar do salsão. Eu tinha feito assim da primeira vez em que a preparei, mas não achei para comprar agora. Mas não se preocupe - qualquer um dos dois fica bom.

- Para diminuir um pouco a quantidade de azeite usado na receita, pulei uma etapa de preparo. Mas a recomendação da Stephanie, autora da receita, e da Karen, do Eu Como Sim, é que a gente toste a quinoa levemente antes de cozinhar. É bem simples - aqueça na panela 1 colher de sopa de azeite, despeje a quinoa e mexa sempre, por 1 minuto, até que ela fique mais sequinha (se quiser, pode colocar a pimenta-síria para tostar junto - ela vai ficar mais aromática ainda). Adicione então a água e siga com o processo de cozimento até o fim.

Nenhum comentário:

Printfriendly