Bolo de maracujá com sementes de papoula

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Já contei antes, mas vale a pena relembrar: o primeiro blog em língua portuguesa com que tive contato foi o Trem Bom, da querida Valentina, há bons 10 anos. Desde então, é um dos meus preferidos. As receitas, as viagens, as imagens e textos, tudo é incrivelmente poético e me transporta a uma bolha de calma e contemplação.

Inacreditavelmente, eu ainda não havia publicado aqui nenhuma receita de lá. Aproveitei o feriado de 7 de setembro para corrigir essa falta. E em grande estilo: com um bolo de maracujá perfumado e lindo. Queria muito ter água de flor de laranjeira para perfumar minha calda, mas mesmo assim ficou delicioso, muito fofo, com massa de sabor suave e calda densa e azedinha, quase como uma geleia.

Como a polpa de maracujá que tenho no freezer é coada e sem sementes, tive que compensar a falta de croc-croc da massa com sementes de papoula. Ficou incrível.

Bolo de maracujá Trem Bom
Receita adaptada daqui

Ingredientes:

220 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
220 g de açúcar refinado
3 ovos grandes em temperatura ambiente
300 g de farinha de trigo comum
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de fermento em pó
160 ml de buttermilk*
80 ml de polpa de maracujá (pode ser com sementes)
2 colheres (sopa) de sementes de papoula (opcional, só se a polpa de maracujá que você usar não tiver sementes)

Calda:
250 ml de água fervente
1 saquinho de chá de hortelã (usei de erva-cidreira porque o de hortelã tinha acabado)
125 ml de polpa de maracujá (pode ser com ou sem sementes)
Açúcar a gosto - fiz com 100 g de açúcar
1 colher (chá) de água de flor de laranjeira (deve ficar delicioso, mas eu não tinha em casa)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte caprichosamente com manteiga e polvilhe com farinha uma forma de anel com capacidade para 10 xícaras de massa (eu pincelei a forma com desmoldante caseiro). Reserve.

Com a batedeira equipada com o batedor em forma de raquete, bata a manteiga com o açúcar por 5 minutos, em velocidade média, até obter um creme fofo e branco. Acrescente os ovos, um a um, batendo bem a cada adição.

Com a batedeira em velocidade lenta, adicione, a mistura de farinha em três vezes, intercalando com o buttermilk, em duas vezes. Desligue a batedeira, raspe as laterais da tigela com uma espátula de silicone e adicione o suco de maracujá e as sementes de papoula. Incorpore delicadamente.

Transfira a massa para a forma preparada e leve ao forno até que o bolo passe no teste do palito (comece a testar com uns 40 minutos de forno).

Enquanto o bolo está no forno, pode preparar a calda. Deixe o saquinho de chá em infusão na água fervente por 5 minutos. Descarte o saquinho e coloque o chá em uma panela, junto com o açúcar e a polpa de maracujá. Leve ao fogo, mexendo até ferver e o açúcar dissolver. Abaixe então o fogo e deixe a calda reduzir à metade do volume, mexendo ocasionalmente (demora bastante, viu - acho que precisei de 30 minutos). Retire a calda do fogo, acrescente a água de flor de laranjeira, mexa bem e deixe esfriar.

Depois que retirar o bolo do forno, deixe-o esfriar na forma por, pelo menos, 15 minutos - eu deixei por mais de 1 hora. Desenforme no prato de servir ainda quente e cubra com a calda fria.

Bolo de maracujá Trem Bom

Observações finais:

A Tina deu uma dica interessante: bolo quente, calda fria. Calda quente, bolo frio. Assim, a calda flui com mais facilidade sobre o bolo (se bolo e calda estão quentes, ela é sugada pela massa e não fica bonita. Se os dois estão frios, ela não espalha direito).

Eu não tinha buttermilk nem iogurte em casa, mas tinha soro de iogurte. Fiz então uma mistura de 100 ml de leite e 60 ml de soro de iogurte, que deixei descansar na pia por 1 hora antes de usar.

Um comentário:

O cantinho dos Gulosos disse...

bolinho com ar maravilhoso e deve ter um sabor divinal.

O Cantinho dos Gulosos

Printfriendly