Cuca de banana com doce de leite

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Gosto muito de doces não tão doces, que tenham notas de acidez vindas de frutas cítricas e maracujá, ou que explorem sabores mais amargos como café ou chocolate escuro. Especiarias também atiçam a minha curiosidade.

Mas há dias em que tudo que eu quero é um doce doce pra valer, sem sutileza nenhuma - um doce arrasa-quarteirão. Como esta cuca de banana com uma inacreditável quantidade de doce de leite e farofinha de canela por cima.

Eu a preparei numa rara tarde em casa, enquanto velava o sono do meu menino convalescente. Como não tinha a menor intenção de ficar com um trem desses em casa, deixei para prová-la no dia seguinte, com meus colegas de trabalho.

O que eu achei? Um exagero de doce - em qualquer sentido que se possa imaginar. Tem, sim, o seu valor, mas não é algo que eu gostaria de comer todos os dias. Mas, veja, esta é a minha humilde opinião, definitivamente não partilhada pelos meus convivas.

Se você gosta de doces bem doces, vale a pena experimentar!

Cuca de banana com doce de leite_
Receita adaptada daqui

Ingredientes:

Para a massa:
2 ovos grandes
180 g de açúcar
30 g de manteiga em temperatura ambiente (usei com sal)
1 colher (chá) de extrato de baunilha
280 g de farinha de trigo
1 pitada de sal
180 ml de leite (usei desnatado)
2 colheres (chá) de fermento químico em pó

Recheio:
1 lata de leite condensado cozido na panela de pressão
6 bananas (usei 4 pratas maduras)

Farofa: (se quiser, pode fazer só metade, é mais do que suficiente)
200 g de farinha de trigo
90 g de açúcar
85 g de manteiga gelada (usei com sal)
1 colher (chá) de canela em pó (usei o dobro da quantidade #YOLO)
1 pitada de sal

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte com manteiga uma assadeira retangular de 21 cm X 29 cm. Forre-a com papel manteiga, deixando sobras de 5 cm para cada lado (servirão como alças na hora de desenformar). Unte o papel também.

Prepare já a farofinha: com as pontas dos dedos ou um garfo, combine os ingredientes em uma tigela até obter uma mistura que lembra areia molhada, pontuada de gruminhos. Reserve na geladeira.

Agora, vamos ao bolo. Em uma tigela grande, bata os ovos com o açúcar até obter um creme mais claro. Adicione a manteiga e o extrato de baunilha e bata até ficar uniforme.

Em outra tigela, peneire juntos a farinha e o sal. Acrescente essa mistura à tigela dos ovos em 3 adições, alternando com o leite, na seguinte sequência: 1/3 da farinha - 1/2 do leite - 1/3 da farinha - 1/2 do leite - 1/3 da farinha. Bata bem a cada adição, raspando as laterais da tigela da batedeira sempre que necessário. Por fim, adicione o fermento e misture delicadamente.

Verta a massa na assadeira previamente preparada. Ela é um pouco densa, vai ser preciso espalhá-la com uma colher para que fique bem distribuída. Adicione as bananas cortadas em rodelas de cerca de 2 cm. Nos intervalos entre os pedaços de banana, acrescente pelotas de doce de leite. Use todo o doce, sua generosidade vai ser recompensada com fatias cheinhas de doce de leite. Por cima de tudo, distribua a farofinha.

Leve ao forno por 40-50 minutos ou até a farofa dourar e um cheiro incrível invadir a casa. Faça o teste do palito, se conseguir (o objetivo é que o palito saia limpo, mas pode ser difícil encontrar um ponto sem banana ou sem doce de leite, e isso pode dar uma falsa impressão de massa crua).

Retire a cuca do forno e deixe esfriar sobre uma grade, ainda na assadeira. Quando estiver em temperatura ambiente, tire-a na assadeira erguendo o papel manteiga pelas alças. Corte em pedaços, acomode em um prato de servir e vá ser feliz.

Observações finais:

- Você pode usar 400 g de doce de leite comprado pronto, se preferir.

- Não sabe cozinhar leite condensado na panela de pressão? A Rita ensina!

- Modifiquei a receita da farofinha porque a quantidade de manteiga original não me pareceu suficiente - não ficava com a textura que eu normalmente vejo nessas farofas.

- De verdade, recomendo que você faça metade da receita da farofinha doce. Fui generosa ao distribui-la sobre a cuca e ainda assim sobrou muito. O consolo é que dá para congelá-la e usar em outra oportunidade. Qualquer bolo de maçã ou banana ganha um tchans com farofinha ;-)

Nenhum comentário:

Printfriendly