Bolo de abóbora da Neide

domingo, 20 de novembro de 2016

Que eu sou fã de Neide Rigo, acho que vocês já sabem. Tenho uma profunda admiração por ela: por seu conhecimento, sua criatividade, seu bom humor e pela generosidade com que compartilha o que sabe, o que vê, o que descobre. Além de tudo, ela tem uma cachorrinha que é sósia da Mabel, a canina dona do meu coração.

Há uns tempos, a Neide fez uma visita a uma comunidade indígena e lá preparou um bolo de abóbora. Pera, de abóbora? Sim. E sem trigo. Pera, com o que no lugar do trigo? Farinha de mandioca e mandioca crua. Pera! Foi o suficiente para eu salvar a receita com carinho para a primeira oportunidade que houvesse.

Demorou, mas preparei. E o primeiro teste foi tão bem sucedido que eu preparei outras vezes (e tive a ousadia de dar os meus pitacos). Gente, delícia demais. É muito fofo e úmido. A textura não é igual a de um bolo com farinha de trigo, claro - nem poderia ser. Há uma liga muito discreta, típica da mandioca. Mas, de verdade, prefiro assim do que aqueles bolos sem glúten ressecados, que ficam esfarelando.

Bolo de abóbora e mandioca
Receita ligeiramente adaptada daqui

Ingredientes:

Para o bolo:
5 ovos
1/2 xícara de óleo vegetal da sua preferência (eu uso canola porque tem sabor discreto)
180g - cerca de 1 e 1/4 de xícara - de mandioca crua, sem casca, picada
180g - cerca de 1 e 1/2 xícara - de abóbora cabochá crua, sem casca, picada (usei cozida e crua)
1 1/4 de xícaras de açúcar (a quantidade original era de 1 xícara, apenas, mas senti falta de um docinho a mais)
1 xícara de farinha de mandioca branca e fina (ela pode ser conhecida como baiana onde você mora)
2 colheres (chá) de pumpkin pie spice*
1 colher (sopa) de fermento em pó
1/4 colher (chá) de sal

Para a calda:
15g de cacau em pó
125mL de água filtrada
100g de açúcar

Modo de preparo:

Ligue o forno a 180ºC. Unte com manteiga ou óleo uma assadeira em formato de anel ou uma redonda, com cerca de 22 cm de diâmetro. Polvilhe com farinha de mandioca ou açúcar. Reserve.

Coloque no liquidificador os ovos e o óleo. Com o aparelho ligado, vá juntando os legumes picados. Bata bem até ficar um creme liso. Passe para uma tigela e adicione os demais ingredientes. Misture bem até a massa ficar bem homogênea (ela fica meio densa, não se assuste).

Leve ao forno e deixe assar por cerca de 40 minutos ou até ficar com a superfície dourada e soltando das beiradas da forma.

Deixe o bolo esfriar sobre uma grade antes de desenformar.

Enquanto isso, prepare a calda de cacau: leve todos os ingredientes ao fogo baixo. Mexa até ficar bem uniforme. Depois disso, mexa ocasionalmente, cuidando para que a calda não transborde (a danada sobe muito). Quando estiver espessa como mel líquido, desligue o fogo.

Quando o bolo estiver morno, derrame a calda por cima.

Bolo de abóbora e mandioca
Olha que textura boa! E o cheiro, gente. Dá vontade de assar um todo dia só pra perfumar a casa.

Observações finais:

* Você pode comprar pumpkin pie spice pronta ou pode fazer, que nem eu ensinei no post anterior! Se preferir menos mistura de especiarias, vá de canela (2 colheres de chá) e noz-moscada (1/2 colher de chá). Fica bom também!

* Coma o bolo no mesmo dia em que o preparou. Ele tende a ficar um pouco ressecado com o passar dos dias.

2 comentários:

Moacir Willmondes disse...

Hummm... pareceu delicioso.

Cristina disse...

Faz tempo que não comento aqui, apesar de visitar sempre.Mas hoje não posso sair sem falar nada, tbm admiro a Neide Rigo, acho ela sensacional, sabe tudo e mais um pouco sobre alimentos e compartilha conosco com a maior boa vontade do mundo! Seu bolo ficou lindo, ontem mesmo assei cupcakes com abóbora cabotia e especiarias na massa, ficou incrível, já anotei esta aqui, ela merece ser provada.
Boa semana.

Printfriendly