Bolo de chocolate com beterraba (tamanho família)

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Há alguns dias, meus pequenos completaram 4 anos. Chega a ser engraçado como eles perderam o jeito de bebês ao longo do último ano. Mudou a composição corporal, o comprimento das pernas, o volume das bochechas. Começou uma falação sem fim, com direito a muitas histórias malucas e argumentações desconsertantes. Suas personalidades ficaram bem evidentes - assim como seus generosos corações.

Como eles já estão no pré, a escola finalmente liberou que levássemos um bolinho caseiro simples para que eles comemorassem o aniversário com os coleguinhas. Fiz seu bolo preferido: o de chocolate com beterraba, que vira e mexe pinta no Instagram. A receita, originalmente pequena, precisou passar por algumas adaptações para virar bolão.

Confesso que fiquei apreensiva quando cheguei na escola - gosto de testar as receitas quando vou oferecê-las a públicos mais exigentes, e dessa vez não tive tempo. Mas, no final, deu tudo certo. O bolo ficou ótimo e as crianças gostaram.

Bolo de chocolate com beterraba
Receita adaptada de outra desta cozinha ;-)

Ingredientes:

Para o bolo:
4 ovos
480 g de beterraba em cubos, cozida e fria
320 g de açúcar
160 g de óleo vegetal de sabor suave (eu normalmente uso de canola)
1 colher (chá) de extrato de baunilha
80 g de cacau em pó (use um de excelente qualidade!)
170 g de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento químico em pó
1 pitada de sal

Para a cobertura:
125 mL de água
15 g de cacau em pó
100 g de açúcar cristal
75 g chocolate meio amargo picado (usei um 70% sem lactose)

Modo de preparo:

Ligue o forno a 180ºC. Unte com óleo vegetal uma forma de anel com capacidade para 10 xícaras. Polvilhe-a com farinha de trigo e reserve.

Numa tigela grande, peneire a farinha de trigo, o cacau em pó, o fermento químico e o sal. Misture bem com um fouet e reserve também.

No copo do liquidificador, junte a beterraba cozida (fria), os ovos, o óleo, o açúcar e a baunilha e bata bem até obter um creme bem liso e homogêneo (a cor é linda de morrer, mas não se anime - o bolo não vai ficar rosa).

Verta o conteúdo do copo de liquidificador sobre a mistura de ingredientes secos e envolva delicadamente até a massa ficar uniforme e cor de chocolate.

Deite a massa na forma preparada e leve ao forno. Quando sentir um cheiro divino de bolo de chocolate, comece a fazer o teste do palito. O objetivo é que o palito saia quase limpo - não precisa ser limpíssimo, esse é um bolo mais úmido. No meu forno, o tempo total foi cerca de 1 hora.

Retire o bolo do forno e deixe esfriar sobre uma grade.

Enquanto isso, faça a cobertura. Numa panela média, adicione a água, o cacau em pó e o açúcar. Misture bem com um fouet para dissolver e leve ao fogo baixo até ferver (fique de olho, mexendo sempre, pois a calda sobe quando ferve - mas calma, ela abaixa depois).

Passados uns 10 minutos de fervura, a calda estará espessa como aquelas industrializadas, para sorvete. Desligue o fogo e adicione o chocolate, mexendo até ficar uniforme.

Desenforme o bolo no prato de servir e derrame sobre ele a calda ainda quente. Deixe esfriar até chegar à temperatura ambiente.

Observações finais:

* Fiz o bolo sem leite ou derivados porque Alice tem uma leve intolerância à lactose.

* Meus filhos estão acostumados com chocolate amargo, mas algumas crianças estranharam o paladar menos infantil da cobertura. Assim, se for servir este bolo para crianças, avalie a necessidade de colocar mais açúcar na cobertura (ou de trocar o cacau por chocolate em pó). Um chocolate mais doce também pode funcionar.

2 comentários:

Karina Frabetti disse...

Adorei a ideia e a cara do bolo : )
vc já pensou se dá certo usar açúcar de coco?
bjim

Letrícia disse...

Vale a pena tentar! Eu testaria na versão pequena da receita: http://nocalordofogao.blogspot.com.br/2015/11/bolinhos-de-chocolate-com-beterraba.html

Beijo, Ka!

Printfriendly